São João do Piauí, 19 de janeiro de 2018
(86)995258210
Opinião
19/10/2017 18h56
Resistência de Aécio em deixar o comando do partido põe o PSDB de joelhos

A novela envolvendo o senador Aécio Neves não ficou limitada apenas às medidas cautelares impostas pelo Supremo Tribunal Federal (STF) e à sua salvação pelos 44 senadores que livraram a pele de Aécio Neves para não sofrer o afastamento do cargo que ocupa. Os capítulos são outros e mais longos.

Do Supremo ao Senado e agora, do Senado à cúpula interna do partido. O hoje presidente interino do partido, senador Tasso Jereissati (CE), teve que levar o caso a conhecimento de Geraldo Alckmin e do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, em São Paulo.

A ala mais sensata do partido entende que a permanência de Aécio como presidente do partido, mesmo sob a condição de licenciado, prejudica a imagem do PSDB em relação às eleições de 2018.

A resistência de Aécio Neves em não deixar o comando do PSDB, acaba aumentando o desgaste do partido, se já comparado ao que vem sofrendo por permanecer na base do governo de Michel Temer. À medida que o ano eleitoral se aproxima, tanto deputados quanto senadores veem ainda mais arriscada a identidade desses parlamentares com o governo de Temer, que tem conseguiu apenas 5% de aprovação, em recente pesquisa do Datafolha.

Nem Aécio nem o PSDB perceberam o quanto o partido tem sido alvo de críticas junto às bases eleitorais pela sucessão de erros cometida, desde que Dilma Rousseff foi apeada do poder. Com esse gesto de resistência, o partido se põe de joelhos perante um investigado que tem ajudado a criar uma imagem ainda mais negativa do partido.

Portal Mandacaru no Facebook:
Editoriais recomendados
Últimas de editorial
Últimas notícias
Mais lidas do mês
Portal Mandacaru | O portal de notícias mais completo de São João do Piauí

End: Travessa Adail Coelho Maia - Cel:(89)9403-3070 - Redação: [email protected]

© Copyright 2018 - Portal Mandacaru - Todos os direitos reservados

Site desenvolvido pela Lenium