São João do Piauí, 17 de agosto de 2018
(86)995258210
Entretenimento
'Estava viciada, desde cigarro a cocaína', diz Andressa Urach no 'Gugu'
03/04/2015 17h06
Andressa Urach foi a convidada do "Programa do Gugu" na noite desta quinta-feira. A modelo, recém convertida à Igreja Universal, apareceu usando roupas comportadas e falou sobre o passado, contando que era viciada em diversas drogas, incluindo cocaína.

"Há seis anos eu estava no mundo, depois que meu casamento acabou e eu tive aquela decepção, o álcool e as drogas vieram para a minha vida. Era uma pessoa que estava viciada em drogas, desde cigarro a cocaína. O pó estava fazendo parte da minha rotina, não tinha mais animo, nem estímulo", disse.  (Andressa e o seu pai, Carlos Alberto)

A loira chegou a dizer que já trabalhou sob o efeito de entorpecentes. "Eu já tinha cara de louca, de drogada, ninguém percebia. As pessoas não percebiam o fundo do poço que eu estava".

Andressa reafirmou a história de que havia feito pacto com uma entidade para alcançar a fama e disse também que fazia trabalhos para fazer mal às pessoas que entravam em seu caminho. "Eu passava por cima de qualquer pessoa se tivesse que chegar lá na frente. Eu destruía as pessoas, vivia fazendo mal através de macumba".

A ex-Miss Bumbum contou a Gugu que muitas pessoas se afastaram dela após sua conversão à igreja evangélica e lamentou nenhum amigo ter ido visitá-la durante o coma. "Muitas pessoas duvidam da minha conversão, mas eu renasci, acredito num Deus vivo hoje".

Gugu então leu uma carta do pai de Andressa, Carlos Alberto Urach, para a filha, que chorou bastante. O ponto alto da noite, foi quando Carlos entrou no palco e abraçou a filha, com quem estava brigado e que antes da internação não via há 12 anos.

"Meu pai fez muita falta na minha vida, sabe? A última vez que tínhamos nos encontrado eu tinha 15 anos. Ele foi ao hospital me visitar, e eu pedi para ele não dar entrevista para outras emissoras porque eu poderia perder o emprego. Ele fez totalmente o contrário, então fiquei brava liguei, falando que a filha dele tinha morrido", disse ela. "Quando me converti, aprendi que a gente tem que perdoar, eu perdoo meu pai"."Eu perdoo e peço perdão também", completou Carlos Alberto.

FONTE: O DIA/RJ
Portal Mandacaru no Facebook:
Notícias recomendadas
Últimas notícias
Mais lidas do mês
Portal Mandacaru | O nº 1 em notícias de São João do Piauí e região

End: Travessa Adail Coelho Maia - Cel:(89)9403-3070 - Redação: [email protected]

© Copyright 2018 - Portal Mandacaru - Todos os direitos reservados

Site desenvolvido pela Lenium