São João do Piauí, 17 de outubro de 2018
(86)995258210
Manchete
Obra de R$ 25 mil, construída há menos de um mês, já começa a cair; confira!
05/04/2015 23h28

A recuperação na Passagem Molhada e a construção de uma pracinha na rotatória que dá acesso à Localidade Marmeleiro e Joaquim Lopes, inaugurada há menos de um mês, já dá sinais de que o serviço não executado como devia. O Mandacaru recebeu uma denúncia sobre o material empregado na obra e foi conferir de perto o investimento que custou aos cofres públicos o valor de R$25.000,00.O recurso faz parte do volume de arrecadação do IPTU do município de São João do Piauí, em 2014, no valor de R$319.436,87. Ao longo da passagem, nas laterais, a Secretaria de Obras e Serviços Públicos colocou como proteção colunas de cimento revestidas por cano de PVC. No entanto, nenhuma viga foi colocada dentro dos canos de PVC a fim de que pudesse dar sustentação, o que compromete a segurança dos pedestres ou condutores de veículos que trafegam, constantemente, pela via pública construída sobre o rio. Duas das colunas já se encontram caídas dentro do Rio Piauí e outras já se encontram a ponto de cair por conta da má execução do projeto. Nas trinta colunas de meio metro, colocadas ao longo da passagem, é possível se ver que foram colocadas em uma base que mede dez centímetros e sem viga, o que justifica a queda das colonas e a má qualidade do serviço. Outra parte da obra que a reportagem verificou de perto, diz respeito à pracinha. Construída a partir de uma forma triangular, a pracinha nada mais é do que uma rotatória de acesso às duas comunidades do outro lado da cidade (Lagoa do Marmeleiro e Conjunto Joaquim Lopes). Batizada como Praça da Passagem Molhada, o que existe na verdade, são três banquinhos de cimento e um poste com duas luzes. Pela divulgação exagerada na mídia local, a obra da Passagem Molhada, construída com parte da arrecadação do IPTU, poderia ter sido melhor executada e a Câmara de Vereadores, órgão de controle externo do executivo, feito a fiscalização do material empregado. No entanto, nada aconteceu. No município, as ações executadas pela prefeitura de São João do Piauí não têm sido acompanhadas, ao longo dos tempos, pelo parlamento local, que tem o dever de fiscalizar. Das 32 sessões realizadas ao longo do ano, a única ferramenta de que dispõe o parlamento para cobrar do executivo é a tribuna. E nada mais.

FONTE: DA REDAÇÃO
Portal Mandacaru no Facebook:
Notícias recomendadas
Últimas notícias
Mais lidas do mês
Portal Mandacaru | O nº 1 em notícias de São João do Piauí e região

End: Travessa Adail Coelho Maia - Cel:(89)9403-3070 - Redação: [email protected]

© Copyright 2018 - Portal Mandacaru - Todos os direitos reservados

Site desenvolvido pela Lenium