São João do Piauí, 15 de outubro de 2018
(86)995258210
Piauí
Assassinatos no Piauí têm aumento de 47,5% em maio, diz Sinpolpi
06/06/2015 18h40
Após quatro meses apresentando pequenas quedas, o número de assassinatos no Piauí voltou a crescer no mês de maio. Dados da pesquisa realizada pelo Sindicato dos Policiais Civis de carreira no Piauí, demonstram que foram registrados 56 assassinatos no Estado, um aumento de 47,5% em relação ao mês de abril que teve 38 homicídios dolosos.

Somente em Teresina foram registrados 35 assassinatos, quase o mesmo número do mês de abril em todo o estado.

Para o presidente do Sinpolpi, Constantino Júnior, os dados mostram mais uma vez que a política do Governo do Estado para coibir a violência é ineficaz. “Nem mesmo a presença da Força Nacional foi capaz de reduzir estes dados”, diz ele.

O sindicalista argumenta que o Governo tem que investir em estrutura para oferecer segurança ao piauiense. Faltam policiais, as delegacias estão em péssimo estado de conservação e para completar o Governo ainda se nega a cumprir a lei, que determina um reajuste para os policiais civis em maio.

NúmerosA pesquisa mostra que 16 pessoas assassinadas em maio no Piauí estavam em conflito com a lei. Eram detentos, ex-detentos, assaltantes, traficantes adolescentes internos, ex-internos ou mesmo usuários de drogas. Em 12 casos não foi possível identificar a ocupação das vítimas. Em três crimes os mortos foram identificados como moradores de rua e em dois casos, considerados ciganos. Nove eram lavradores, quatro estudantes, dentre outros

Cerca de 33 pessoas foram assassinadas com armas de fogo. Um pouco mais da metade deste total (18) foram abatidas com armas brancas, geralmente facas, facões ou punhais e em oito casos as vítimas foram mortas por outro instrumentos, como paus, pedras ou mesmo estrangulados.

Com relação aos crimes por zonas habitacionais de Teresina, a Norte registrou 13 assassinatos, oito na zona Leste e sete nas zonas Sudeste e Sul. Esta última zona, por sinal, antes considerada a mais violenta, está perdendo espaço para a Norte quando se trata de homicídios dolosos.

Já no ítem “suposta motivação para o crime”, os assassinatos em acertos de contas registraram 10 casos. Em 12 casos não foi possível identificar o motivo do assassinato. Em oito crimes a vingança e a rixa foram as justificativas, em cinco crimes foram alegados motivos passionais e quatro deles foram motivados por brigas de gangues em disputa pelos pontos de venda de drogas.

A cidade mais violenta depois de Teresina foi União com um total de três assassinatos. Cinco mulheres foram assassinadas no mês de maio, sendo que um dos casos a vítima ainda não havia sido identificada. O corpo foi encontrado em um riacho na PI-112 entre os municípios de União e Miguel Alves.

FONTE: PiauíHoje
Portal Mandacaru no Facebook:
Notícias recomendadas
Últimas notícias
Mais lidas do mês
Portal Mandacaru | O nº 1 em notícias de São João do Piauí e região

End: Travessa Adail Coelho Maia - Cel:(89)9403-3070 - Redação: [email protected]

© Copyright 2018 - Portal Mandacaru - Todos os direitos reservados

Site desenvolvido pela Lenium