São João do Piauí, 24 de junho de 2019
E-mail: redacao@portalmandacaru.com.br
(86)995258210
Educação
Sinte poderá denunciar Wellington Dias por improbidade
03/03/2016 08h43

A categoria, que está de greve há mais de 15 dias, reagiu ao que chamaram de ameaça do Governo de realizar o pagamento apenas dos trabalhadores que estão em sala de aula. “O governador quer cortar os pontos dos dias parados e pagar apenas quem está em sala de aula. Nós temos o direito à greve”, contestou a presidente do sindicato, Odeni Silva.

 

De acordo com a advogada do sindicato, Egilda Castelo Branco, o governo está ameaçando a categoria e “isso é ilegal, caracteriza assédio moral”, disse. “Caso Wellington pague apenas parte dos professores, vamos denunciá-lo junto ao Ministério Público Federal (MPF) por improbidade administrativa, existindo a possibilidade de prisão”, completou a advogada.

Governador Wellington Dias.  Foto: Gabriel Tôrres/CT

 

Sobre a probabilidade do Tribunal de Justiça do Piauí (TJ/PI) decretar a ilegalidade da greve dos professores estaduais, o sindicato disse que irá recorrer até a última instância para assegurar os seus direitos. “O Governador que está infringindo uma Lei Federal, a lei de direito de greve”, explicou Egilda Branco.

 

Para dar fim à greve, o governo havia feito, na quinta-feira (25), a proposta de pagar o reajuste de 11,36% em duas parcelas, no entanto, ela foi rejeitada pelos professores grevistas em sua última assembleia geral, que aconteceu na segunda-feira (29). “Até o momento a categoria está unida. Não só escolas de Teresina, mas no interior também. Cerca de 90% das escolas públicas de todo o Piauí estão paradas”, disse Francisco das Chagas, vice-presidente do Sinte/PI.

 

ILEGALIDADE DA GREVE

 

O vice-presidente do Tribunal de Justiça do Piauí (TJ-PI), desembargador Antônio Paes Landim, decretou, no final da tarde desta quarta-feira (2), a ilegalidade da greve dos professores.

 

De acordo com a decisão, 70% dos professores de rede pública estadual devem voltar imediatamente às salas de aula. Caso a decisão seja descumprida, o sindicato deverá pagar uma multa no valor de R$ 100 mil por dia.

 

O Sinte já havia informado ao que, caso o Tribunal de Justiça (TJ/PI) tomasse tal decisão, o sindicato da categoria recorreria até a última instância.

 

FONTE: Com informações|Capital Teresina
Portal Mandacaru no Facebook:
Notícias recomendadas
Últimas notícias
Mais lidas do mês
Portal Mandacaru | O nº 1 em notícias de São João do Piauí e região

End: Travessa Adail Coelho Maia - Cel:(89)9403-3070 - Redação: redacao@portalmandacaru.com.br

© Copyright 2019 - Portal Mandacaru - Todos os direitos reservados

Site desenvolvido pela Lenium