São João do Piauí, 20 de agosto de 2018
(86)995258210
Política
MARINA SILVA:'Dilma e Aécio tremem que nem vara verde'
MARINA SILVA:'Dilma e Aécio tremem que nem vara verde'
14/09/2014 09h09
“Amigos de luta, de luto e de paz”. Assim abriu seu discurso a candidata Marina Silva (PSB), no comício realizado na noite deste sábado (13/09) no Teresina Hall. A frase fazia menção direta aos 30 dias da morte de Eduardo Campos, vítima de um acidente aéreo. Ao lado do ex-governador e candidato ao senado, Wilson Martins (PSB) e seu vice-candidato, Beto Albuquerque, Marina discursou por 26 minutos depois de ter chego 4 horas atrasada ao evento.

“Hoje completa-se 30 dias em que uma fatalidade tirou de nós o nosso querido Eduardo, que estava liderando este projeto”, disse logo nos seus primeiros minutos no palanque.

O atraso, que gerou tumulto entre os militantes que queriam ver marina de perto, motivou pedido de desculpas por parte de Marina. “Quero fazer um pedido de desculpa, transformando essa resistência, essa persistência, de vocês em permanecerem aqui, para nós receber, como uma vigília em homenagem ao legado de Eduardo Campos. Eduardo, sempre que tinha uma situação difícil, ele dizia: Olha pessoal, não tá fácil. Mas vamos pegar no ‘siviço’. O nordestino sabe, que para botar um bocado de comida na mesa pra comer, tem de pegar no ‘siviço’ [sic]”

Defesa de Wilson

A candidata reafirmou que sua aliança com Wilson Martins e Zé Filho (PMDB) está mantida. “Vou precisar no senado da república de pessoas de estejam a serviço, e não para se servir da função pública. Vou precisar de governadores que possam ser o exemplo em seus estados daquilo que nós vamos fazer no Governo Federal. Não basta escolher o presidente sozinho, o governador sozinho, é preciso que ele tenha suporte. Eu tenho andado o Brasil inteiro e tenho percebido uma vontade enorme de fazer uma renovação na política”, afirmou Marina.

Tremendo que nem vara verde

A presidenciável comentou ainda os constantes ataque que vem recebendo de seus principais adversários, Dilma e Aécio Neves (PSDB). “Agora vejam só, uma coligação de partido pequenos, com apenas dois minutos de televisão, contra quase 5 do Aécio, 11 minutos da presidente Dilma, e eles estão tremendo que só vara verde... e vocês sabem, qual é o vento que tá fazendo essa vara verde tremer. É o vento da mudança, da esperança, daqueles que querem votar em quem apresenta plano de governo”.

Como já é notado desde o início de sua campanha para presidente, Marina também usou-se do discurso contra a política econômica da atual presidente. “A Dilma diz que vai continuar fazendo o que está aí. Ou seja, continuar escolhendo os diretores da Petrobras, com os critérios de acabar com a Petrobras pelo roubo. Continuar com o descrédito da política econômica, de juros altos que corroí o salário do trabalhador. Continuar com inflação alta.. E mais ainda, o país com crescimento baixo”, comentou.

E descartou ainda que vá acabar com programas sociais como o Bolsa Família, ressaltando que a intenção é ampliar o programa. “Eles estão aterrorizando as pessoas dizendo que vamos acabar com o Bolsa Família. É mentira! Sabe porque? Porque nós vamos ampliar. Existem 6 milhões de famílias que estão cadastradas e não foram atendidas. Nós vamos preservar as coisas boas, conquistas da sociedade, numa democracia a aquilo que a gente conquista não é favor, é direito. O Mais Médicos vamos manter e ampliar muito mais”, disse.

FONTE: 180graus
Portal Mandacaru no Facebook:
Notícias recomendadas
Últimas notícias
Mais lidas do mês
Portal Mandacaru | O nº 1 em notícias de São João do Piauí e região

End: Travessa Adail Coelho Maia - Cel:(89)9403-3070 - Redação: [email protected]

© Copyright 2018 - Portal Mandacaru - Todos os direitos reservados

Site desenvolvido pela Lenium