São João do Piauí, 10 de dezembro de 2018
(86)995258210
Educação
IDEB do Ensino Médio da Rede Estadual sobe e cumpre meta
12/09/2016 01h48

O Ministério da Educação divulgou na manhã de hoje o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) referente aos anos de 2014 e 2015. Os dados mostram que o Ensino Médio da Rede Estadual de Educação obteve 3,2 pontos, igualando a meta estipulada para o Piauí neste ano. Em 2013 o Estado ficou com 3,0 pontos.

Com o resultado, o Piauí manteve a décima oitava colocação entre as redes estaduais de ensino médio entre todas as unidades da federação. A secretária da Educação, Rejane Dias, considera a elevação bastante positiva, tendo em vista as dificuldades enfrentadas pelos estudantes nestes dois anos.

"Passamos o ano de 2015, quando iniciou nossa gestão, num processo de reparação estrutural, de retomada dos repasses de custeio e implementação de projetos que tem como foco a melhoria dos índices educacionais. Ações que certamente darão resultados melhores nos próximos levantamentos", comentou a secretária.

 

JOVEM DE FUTURO

 

Uma das ações da Seduc para melhoria do Ideb é o Jovem de Futuro, implementado em parceria com o Instituto Unibanco. Trata-se de uma ferramenta de gestão com foco no rendimento escolar. Tem a meta de elevar a nota do Ideb do Ensino Médio de forma a fazer o Estado alcançar a décima primeira colocação no teste a ser realizado em 2019. O Jovem de Futuro é aplicado em mais quatro Estados da federação e, em 2015, o Piauí obteve o melhor rendimento entre eles.

 

POUPANÇA JOVEM

Outra ação para melhoria no Ensino Médio é o programa Poupança Jovem, que concederá bolsa de R$ 1.500,00, pagas em três parcelas anuais, para os alunos concluírem o ensino médio. O objetivo de reduzir a evasão escolar nos municípios com maior índice de extrema pobreza.

 

No primeiro ano vai atender 44 municípios, alcançando 7.021 alunos do ensino médio. Ao final de cinco anos de execução, serão 77 municípios atendidos e 18.500 alunos beneficiados. Os recursos são disponibilizados por empréstimo com o Banco Mundial.

 

Ao concluir o primeiro ano o estudante recebe R$ 400. As demais parcelas são de R$ 500 no segundo ano e R$ 600 no último ano do Ensino Médio. O estudante ou responsável tem o direito de retirar 40% de cada um dos dois primeiros depósitos efetuados. Somente a última parcela pode ser retirada integralmente junto com o saldo remanescente das anteriores e os rendimentos. Para receber cada pagamento, o aluno precisa ser aprovado ao final do ano.

 

REDE ESTADUAL NO ENSINO FUNDAMENTAL BATE METAS

 

As escolas da rede estadual que atuam no ensino fundamental também cumprem as metas estabelecidas para o Estado em 2015. O índice foi mais significativo nos anos iniciais, mas o posicionamento em relação aos outros Estados foi melhor nos anos finais.  

 

Nos anos iniciais (do 1º ao 5º ano) o Ideb da Seduc ficou em 4,6, passando em 7 pontos a meta para o Estado, que era de 3,9. Com o resultado, o Piauí ficou na 19ª colocação entre todos os Estados e Distrito Federal.

Em relação aos anos finais, a rede estadual obteve 3,8 - igualando à meta estabelecida. Com o resultado o Piauí ficou na 16ª colocação, empatado com o Maranhão e Tocantins.

 

 

FONTE: CCCOM
Portal Mandacaru no Facebook:
Notícias recomendadas
Últimas notícias
Mais lidas do mês
Portal Mandacaru | O nº 1 em notícias de São João do Piauí e região

End: Travessa Adail Coelho Maia - Cel:(89)9403-3070 - Redação: [email protected]

© Copyright 2018 - Portal Mandacaru - Todos os direitos reservados

Site desenvolvido pela Lenium