São João do Piauí, 20 de maio de 2018
(86)995258210
Benefciários do Bolsa Família no Piauí usam recursos para comprar água
Benefciários do Bolsa Família no Piauí usam recursos para comprar água
20/11/2016 13h31

No âmbito do Ministério Público Federal já há uma ação civil pública patrocinada pelo procurador da República, Kelston Lages determinando que a União providencie a inclusão da Adutora do Sertão no PPA 2016-2019 e nas LOA’s a partir de 2016 e a efetiva entrega da obra em julho de 2020.

Segundo o procurador, já há notícias de que, diante da grande estiagem no Piauí, famílias residentes dos 51 municípios que seriam beneficiados com a adutora já estariam utilizando recursos do benefício do Bolsa Família para comprar água. “Isso é inaceitável”, diz ele.

Kelston Lages destacou que é preciso a união de esforços das lideranças políticas do Estado para que a adutora possa sair do papel. “É inadmissível que o Estado sendo detentor de uma das maiores reservas de água subterrânea do país, no vale do Gurguéia, região Sul do Piauí, fato já comprovado pela CPRM, permita que grande parte da sua população sobreviva ainda em condições subumanas em razão da falta de água. Um verdadeiro paradoxo”, destaca.

Em ação civil pública que tramita na Justiça, com liminar já deferida, o MPF destacou que enquanto grande nú- mero de pessoas no Piauí sofre com a seca e depende exclusivamente da “Operação Carro-Pipa” para sobrevivência, sobram recursos hídricos que são desperdiçados pela má utilização de poços profundos de alta vazão. Os poços captam água em imenso aquífero existente na região do Vale do Gurguéia (aquífero Cabeças), especialmente nos municípios de Cristino Castro, Alvorada do Gurguéia e outros da região.

Ainda na ação, o procurador destacou que, ao longo dos anos, os governantes vêm adotando medidas paliativas, com abastecimento apenas via carros-pipa, sem que nenhuma medida definitiva tenha sido tomada para resolver o problema. Lages sustentou ainda que o número de municípios que amargam os prejuízos por conta da estiagem aumenta consideravelmente todos os anos. Atualmente, pelo menos 180 municípios estão em emergência por conta da seca. “Como disseram os técnicos, no Piauí o problema não é falta d'agua e sim de gestão, uso racional dela. O volume de recursos que se gastaria com carro-pipa ao longo de 8 anos seria o suficiente para construção da adutora”, argumenta.

FONTE: ODia
Portal Mandacaru no Facebook:
Notícias recomendadas
Últimas notícias
Mais lidas do mês
Portal Mandacaru | O nº 1 em notícias de São João do Piauí e região

End: Travessa Adail Coelho Maia - Cel:(89)9403-3070 - Redação: [email protected]

© Copyright 2018 - Portal Mandacaru - Todos os direitos reservados

Site desenvolvido pela Lenium