São João do Piauí, 16 de julho de 2019
E-mail: redacao@portalmandacaru.com.br
(86)995258210
Brasil
“Insatisfação não é só da elite branca”, diz FHC
“Insatisfação não é só da elite branca”, diz FHC
22/07/2014 13h51
O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso acredita que a atual situação econômica do País, somada à insatisfação da sociedade, dá "novas e melhores oportunidades para a oposição". Em entrevista ao jornal chileno La Tercera, o tucano, cabo eleitoral do candidato à Presidência da República Aécio Neves, do PSDB, menciona que "a inflação voltou a afetar a vida cotidiana" e que os empresários "perderam a confiança" no governo da presidente Dilma Rousseff.

"Há sem dúvidas um sentimento difuso de mal-estar na sociedade brasileira. É um erro crer que isso se deve aos meios de comunicação ou às 'elites brancas', como costuma dizer o ex-presidente Lula, para dar a impressão (falsa) de que é um fenômeno artificial e restringido a uma minoria. A insatisfação é ampla e crescente", afirmou. O ex-presidente destacou ainda a "economia praticamente estagnada" e serviços públicos de má qualidade, o que contrasta com o "'marketing' do governo".

Na avaliação de FHC, Lula se beneficiou das linhas macroeconômicas criadas na gestão tucana e do alto preço das commodities, devido à demanda chinesa. "Lula soube aproveitar bem as circunstâncias", disse. Depois da crise de 2008, segundo Fernando Henrique, a economia já não podia mais crescer de forma sustentável puxada pelo consumo. "Dilma tentou estimular a inversão afrouxando a política fiscal, forçando a queda da taxa de juros e concedendo incentivos seletivos a alguns setores, mas a colheita dessa 'nova política econômica' foi paupérrima", afirmou.

Ao falar sobre Aécio Neves, o ex-presidente disse acreditar que, apesar de a presidente Dilma Rousseff, candidata à reeleição pelo PT, ter mais tempo de televisão e ainda "a máquina governamental, incluindo as empresas estatais", para fazer publicidade, Aécio terá "tempo suficiente" durante a propaganda eleitoral gratuita – segundo ele, único período em que há um "equilíbrio" entre os candidatos, 45 dias antes das eleições de outubro – para "fazer uma campanha competitiva e levar as eleições para o segundo turno".

FONTE: Brasil247
Portal Mandacaru no Facebook:
Notícias recomendadas
Últimas notícias
Mais lidas do mês
Portal Mandacaru | O nº 1 em notícias de São João do Piauí e região

End: Travessa Adail Coelho Maia - Cel:(89)9403-3070 - Redação: redacao@portalmandacaru.com.br

© Copyright 2019 - Portal Mandacaru - Todos os direitos reservados

Site desenvolvido pela Lenium