São João do Piauí, 15 de outubro de 2018
(86)995258210
Política
Jorge Picciani teve votos de PT, PSDB, PSOL e de acusado de assassinato
deputado Jorge Picciani, presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Rio (Alerj)
Jorge Picciani teve votos de PT, PSDB, PSOL e de acusado de assassinato
19/11/2017 09h20

A aliança que livrou da prisão os deputados Jorge Picciani, presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Rio (Alerj), Paulo Melo e Edson Albertassi, todos do PMDB, reuniu parlamentares do PT, PSOL, PSDB e até um colega que já foi acusado de homicídio, sob suspeita de mandar matar o titular da vaga para herdar a cadeira da Alerj.

Marcos Abrahão (PTdoB) fez, já no final da sessão, um dos discursos mais contundentes a favor da liberdade dos peemedebistas. Reclamou da imprensa, a quem acusou de armar um circo, e do Judiciário, que, segundo ele, agiu como "Ponto Pilácio" (Pôncio Pilatos), lavando as mãos e deixando a responsabilidade da decisão com os deputados.

Marcos Abrahão foi acusado pelo Ministério Público do Estado de, em 2003, mandar matar o deputado Valdeci de Paiva, de quem era suplente. Abrahão assumiu a vaga, foi cassado pela Alerj e iniciou uma batalha judicial para retomar o posto.

Dos 39 votos favoráveis à soltura, um veio do PSOL, legenda combativa à administração peemedebista, mesmo quando o governo Sérgio Cabral estava no auge da popularidade. O partido iniciou o processo de expulsão de Paulo Ramos, que não seguiu a posição adotada por Eliomar Coelho, Flávio Serafini, Marcelo Freixo e Wanderson Nogueira.

No PT, que deixou a base governista após anos apoiando o PMDB no estado e na capital, André Ceciliano votou a favor dos deputados que estavam presos - alinhado a Picciani, ele é um dos vice-presidentes da Alerj. Já Gilberto Palmares, Waldeck Carneiro e Zeidan se posicionaram pela manutenção da prisão.

No PSDB, também fora da base do governo, Silas Bento apoiou a liberdade dos colegas, enquanto Carlos Osorio e Luiz Paulo defenderam que eles permanecessem na cadeia - Lucinha estava de licença médica e não votou.

FONTE: OGlobo
Portal Mandacaru no Facebook:
Notícias recomendadas
Últimas notícias
Mais lidas do mês
Portal Mandacaru | O nº 1 em notícias de São João do Piauí e região

End: Travessa Adail Coelho Maia - Cel:(89)9403-3070 - Redação: [email protected]

© Copyright 2018 - Portal Mandacaru - Todos os direitos reservados

Site desenvolvido pela Lenium