São João do Piauí, 24 de abril de 2018
(86)995258210
Defesa do prefeito Gil Carlos, cassado no dia 13, entra com recurso no TRE-PI
Defesa do prefeito Gil Carlos, cassado no dia 13, entra com recurso no TRE-PI
19/12/2017 00h37

O prefeito de São João do Piauí, Gil Carlos Modesto (PT), considera sem fundamento a decisão do juiz da Zona Eleitoral da cidade que cassou o mandato dele e do vice-prefeito Dante Quintans (PMDB) na semana passada. O magistrado entendeu que houve abuso do poder econômico e político na campanha de reeleição do petista em 2016, quando ele derrotou o candidato Dr. Alexandre por apenas 319 votos de maioria. Gil entrou com recurso no Tribunal Regional Eleitoral do Piauí (TRE) nesta segunda-feira (18).

"Estamos confiantes.A decisão do juiz não está fundamentada em atitudes ilegais na campanha eleitoral. Está muito claro isso no processo. Nós não somos nenhuma referência à compra de votos, contratações irregulares, desvio de recursos ou beneficiamento de A ou B. O que existiu foi uma continuidade das ações administrativas em razão de convênios firmados anteriormente. Então não podemos penalizar a sociedade em razão da campanha eleitoral. Na minha campanha, nós separamos o candidato do gestor", falou o prefeito.

Para Gil Carlos, a decisão do juiz Maurício Machado foi injusta e infeliz. Ele negou que tenha havido apoio do governo do estado para favorecer a campanha de reeleição com a realização de diversas obras em plena época da disputa eleitoral. O prefeito garantiu que não visitou nenhuma obra durante a campanha, mas destacou que não se deve parar as atividades que estão em andamento no município por conta do período eleitoral.

"Isso [apoio da máquina do governo] é equivocado. Nossas ações iniciaram em 2013 e demos continuidade ao longo da gestão, em 2014, 2015 e 2016. O governador visitou quase todos os municípios do Piauí e só andou em São João do Piauí uma vez, só ficou lá uma hora. Fizemos uma pequena caminhada na cidade, mas não inauguramos e nem visitamos obras. Agora, não é correto paralisar as atividades da administração em razão da campanha", avaliou.

Como a decisão que cassou o mandato de Gil Carlos é de primeira instância, ele pode aguardar a decisão do recurso do TRE-PI sem deixar o cargo de prefeito.

FONTE: Política Dinâmica
Portal Mandacaru no Facebook:
Notícias recomendadas
Últimas notícias
Mais lidas do mês
Portal Mandacaru | O nº 1 em notícias de São João do Piauí e região

End: Travessa Adail Coelho Maia - Cel:(89)9403-3070 - Redação: [email protected]

© Copyright 2018 - Portal Mandacaru - Todos os direitos reservados

Site desenvolvido pela Lenium