São João do Piauí, 21 de junho de 2018
(86)995258210
Colunistas
WESLLEY MOREIRA
WESLLEY MOREIRA
Weslley Moreira é Jornalista, Bacharel em Direito e pós-graduado em Direito Tributário. Ele vai abordar acontecimentos na área jurídica com ênfase em decisões judiciais de pessoas públicas da região.
Atraso de pagamento do Estado do Piauí impede governo de receber empréstimo
Atraso de pagamento do Estado do Piauí impede governo de receber empréstimo
09/01/2018 08h51

A inadimplência da gestão de Wellington Dias é o que estava "travando" o empréstimo de R$ 315 milhões junto a Caixa Econômica Federal. A própria diretoria da Caixa desmentiu o governo sobre interferência políticas contra Wellington Dias. Pelo menos até a última sexta-feira (5), era um calote milionário que impedia a operação de crédito. Um vídeo exclusivo do Política Dinâmica mostra que, na verdade, atrasos de repasse do Estado relativos a empréstimos consignados dos servidores eram um risco ao empréstimo.

 Ao final de um evento com o ministro das Cidades em que foram anunciados diversos convênios e repasses federais para o Estado e municípios piauienses o diretor de Habitação da Caixa em exercício, Guilherme Correia assegurou que nunca houve gestão política para segurar o empréstimo. Na última semana o Estado do Piauí ingressou na Justiça pedindo a liberação dos recursos. A alegação era de perseguição política por diferenças partidárias e ideológicas entre o Governo Federal e a gestão do governador Wellington Dias, do PT.

 Tratando sobre este assunto, ao lado do presidente da Emgerpi, Ricardo Pontes, o governador Wellington Dias afirmou que o Estado poderia retirar a questão da justiça caso a Caixa assinasse um cronograma de liberação dos recursos para o Piauí. Participaram da conversa Guilherme Correia, que naquele momento representava o presidente da Caixa Econômica Federal, Gilberto Occhi, e o superintendente da Caixa no Piauí, Elizomar Guimarães.

 Foi Elizomar quem alertou o governador. O superintende adiantou que já havia tratado com o secretário Rafael Fonteles (SEFAZ) sobre o assunto e que a falta de pagamento poderia travar o empréstimo nos critérios do Comitê de Crédito do banco. Pela cena, pode-se perceber que este pagamento de parcelas atrasadas do consignado dependia unicamente da vontade do próprio Wellington Dias. Aliás, Wellington é funcionário aposentado da Caixa e pela sua reação -- de afirmar que resolveria --, a inadimplência pareceu ser justificativa adequada para a não liberação do empréstimo.

 

 

 
FONTE: Do Política Dinâmica
Portal Mandacaru no Facebook:
Notícias recomendadas
Últimas da coluna
Portal Mandacaru | O nº 1 em notícias de São João do Piauí e região

End: Travessa Adail Coelho Maia - Cel:(89)9403-3070 - Redação: [email protected]

© Copyright 2018 - Portal Mandacaru - Todos os direitos reservados

Site desenvolvido pela Lenium