São João do Piauí, 23 de junho de 2018
(86)995258210
Colunistas
JOE
 JOE
Joe é formado em Letras Inglês pela UESPI e Bacharel em Administração Pública pela UFPI. Ele escreve sobre Política e Administração, diariamente.
Gil Carlos não consegue se conformar com as decisões da Justiça
Gil Carlos não consegue se conformar com as decisões da Justiça
12/01/2018 19h05

O comportamento desregrado de contratações de prestadores, embora tenha sido feita de forma legal, via teste seletivo, levou os concursados da área educação não admitirem a manobra executada pela gestão do prefeito Gil Carlos.

 

O grande volume de reclamações fez com profissionais da educação batessem à porta do Ministério Público a fim de que uma providência fosse tomada. Mesmo diante de uma decisão Judicial, que estabeleceu prazo para que o prefeito exonerasse os prestadores e fizesse a  nomeação dos classificados concursados, o prefeito imaginou que a Justiça fosse “cochilar” e dar o dito por não dito.

 

Na tarde desta sexta-feira(13), o prefeito Gil Carlos, inconformado com o despacho do Juiz Mauricio Machado Queiroz Ribeiro, foi ao Tribunal de Justiça do Piauí (TJ-PI) tentar suspender o cumprimento da decisão que determinava o afastamento de 30 professores 40 horas substitutos com carga horária de 20 horas após o término do ano letivo de 2017.

 

O prefeito já cassado pela Justiça Eleitoral, tem se comportado de forma inconformada, diante de decisões da Justiça. Os recursos contra decisões da comarca de São João do Piauí simbolizam o grau de inconformidade do primeiro prefeito eleito pelo PT, no munícipio.

 

Em 2017, o prefeito interpôs recurso contra um despacho do Juiz Mauricio Machado Queiroz, quando os seus advogados queriam adiar uma audiência em um dos processos de sua cassação. Gil foi ao TRE-PI e derrubou o despacho do juiz.

 

Outro comportamento de suspensão se deu quando pediu a suspensão da Ação de Investigação Judicial Eleitoral (AIJE). No entanto, o prefeito do PT foi derrotado por 6 a 0, no Tribunal Regional Eleitoral do Piauí.

 

Em novembro de 2017, o Juiz Mauricio Machado Queiroz Ribeiro, bateu o martelo e cassou o prefeito Gil Carlos em uma decisão que fez o prefeito petista dizer que a decisão que o cassou foi uma decisão injusta.

 

Gil Carlos não consegue esconder, através de sua assessoria jurídica que as decisões proferidas pelo Juiz da comarca de São João do Piauí tem lhe causado dor de cabeça e, acima de tudo, um inconformismo muito grande diante do que o juiz decide.

 

Portal Mandacaru no Facebook:
Notícias recomendadas
Últimas da coluna
Portal Mandacaru | O nº 1 em notícias de São João do Piauí e região

End: Travessa Adail Coelho Maia - Cel:(89)9403-3070 - Redação: [email protected]

© Copyright 2018 - Portal Mandacaru - Todos os direitos reservados

Site desenvolvido pela Lenium