São João do Piauí, 15 de outubro de 2018
(86)995258210
Colunistas
JOE
 JOE
Joe é formado em Letras Inglês pela UESPI e Bacharel em Administração Pública pela UFPI. Ele escreve sobre Política e Administração, diariamente.
Alerta do TCE desmascara alegação contra afastamento de prestadores
23/02/2018 22h52

A publicação feita pelo Tribunal de Contas do Estado do Piauí (TCE-PI)  alertando o governo do Estado e 140 municípios sobre o limite de gastos com pessoal acabou revelando um fato sobre o municípios de São João do Piauí.

Embora o município não tenha configurado na lista dos que estão em alerta sobre os gastos com a folha de pessoal, os dados vieram a confirmar o que o Juiz Mauricio Machado decidiu em relação à ação em que o Ministério Público pediu o afastamento de 30 prestadores de serviços da prefeitura.

Em janeiro, o juiz Maurício decidiu que o prefeito fizesse a nomeação de 30 professores concursados em substituição a 30 prestadores do quadro da Educação do município. No entanto, a defesa do prefeito Gil Carlos, alegou que a nomeação dos concursados elevaria o gasto do município e acabaria comprometendo o cumprimento da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).

A ausência de alerta do TCE-PI sobre os gastos com pessoal se por um lado mostrou um equilíbrio com o gasto de pessoal na gestão do prefeito Gil Carlos(PT), pelo outro acabou desmascarando a defesa do prefeito, que entrou com um recurso, no TJ-PI, contra a decisão que obrigou o prefeito a fazer a nomeação dos concursados, sob pena de  multa de R$5 mil por dia de descumprimento.

Portal Mandacaru no Facebook:
Notícias recomendadas
Últimas da coluna
Portal Mandacaru | O nº 1 em notícias de São João do Piauí e região

End: Travessa Adail Coelho Maia - Cel:(89)9403-3070 - Redação: [email protected]

© Copyright 2018 - Portal Mandacaru - Todos os direitos reservados

Site desenvolvido pela Lenium