São João do Piauí, 21 de outubro de 2018
(86)995258210
Justiça
Ministra Cármen Lúcia vota e desempata placar que denegou HC a Lula
Ministra Cármen Lúcia vota e desempata placar que denegou HC a Lula
05/04/2018 00h53

Depois de mais de 11 horas de julgamento, numa sessão marcada por troca de farpas entre os ministros no plenário, o Supremo Tribunal Federal (STF) rejeitou o habeas corpus do ex-presidente Lula. O voto da presidente da Corte, ministra Cármen Lúcia, fechou o placar. Por 6 a 5, os magistrados decidiram que Lula pode ser preso por ordem do Tribunal Regional Federal (TRF-4), que já concluiu seu julgamento e só aguarda a decisão da mais alta Corte do país para abrir caminho à prisão do petista.

– Com todas as vênias aos senhores que votaram no sentido da concessão da ordem, eu acompanho o relator para também denegar a ordem pleiteada - disse Cármen.

O advogado de Lula, Roberto Batochio, tenta um último recurso na tribuna do STF. Ele pediu que a presidente da Corte, ministra Cármen Lúcia, considerada um voto contrário ao ex-presidente, não vote na sessão. Cármen submete neste momento à votação do plenário o pleito do advogado.

Votaram contra a concessão do habeas corpus o relator, Edson Fachin, Alexandre de Moraes, Luís Roberto Barroso, Rosa Weber, Luiz Fux e a presidente, Cármen Lúcia. Gilmar Mendes, Dias Toffoli ,Ricardo Lewandowski, Marco Aurélio e Celso de Mello se manifestaram a favor do HC a Lula, por entenderem que a prisão só pode ocorrer após o fim de todos os recursos na própria Corte.

FONTE: OGlobo
Portal Mandacaru no Facebook:
Notícias recomendadas
Últimas notícias
Mais lidas do mês
Portal Mandacaru | O nº 1 em notícias de São João do Piauí e região

End: Travessa Adail Coelho Maia - Cel:(89)9403-3070 - Redação: [email protected]

© Copyright 2018 - Portal Mandacaru - Todos os direitos reservados

Site desenvolvido pela Lenium