São João do Piauí, 21 de outubro de 2018
(86)995258210
Educação
SINTE-PI publica nota de repúdio após confusão em que professores foram agredidos na Alepi
Professor ferido durante protesto no prédio da Alepi / foto:Politica Dinâmica
SINTE-PI publica nota de repúdio após confusão em que professores foram agredidos na Alepi
22/06/2018 18h46

Uma nota de repúdio foi publicada nessa quinta-feira (21) pelo Sindicato dos Trabalhadores em Educação Básica Pública do Piauí (Sinte-PI), contra a forma que os profissionais da educação foram tratados durante um protesto realizado na Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi) durante a sessão de ontem (21).

O protesto ocorreu devido a votação dos Projetos de Lei 32/18 e 33/18, do Poder Executivo para conceder o reajuste salarial de 2,95% para professores, policiais militares e civis, servidores da Secretaria de Educação, agentes penitenciários, bombeiros e auditores e procuradores do estado.

Segundo o Sinte-PI, os trabalhadores da educação foram tratados de forma “truculenta” e violenta, durante o acompanhamento da votação do projeto de reajuste salarial da categoria. O sindicato também relatou que dois servidores saíram feridos e sangrando devido a confusão e uma pessoa precisou ser hospitalizada.

Na nota, o Sinte disse que lamenta a postura do Governo do Piauí e também dos deputados da base do governo que segundo eles “manobraram e burlaram” a legislação, causando prejuízos. A categoria afirmou que repudia o descaso e que manterá a greve até que o acordo judicial seja cumprido.

 CONFIRA A NOTA:

O Sindicato dos Trabalhadores em Educação Básica Pública do Piauí – SINTE-PI, entidade que representa mais de 40 mil trabalhadores em educação vem a público repudiar a forma truculenta com que os trabalhadores em educação foram tratados na Assembleia Legislativa durante acompanhamento da votação do projeto de reajuste salarial da categoria

Diante da truculência e forma violenta com que os trabalhadores foram tratados, dois servidores saíram feridos com sangramento no nariz outro com suspeita de fratura no fêmur e ainda se encontra hospitalizada.

O Sinte-PI lamenta a postura do governo do estado e dos deputados da base governista que mais uma vez manobram e burlam a legislação de modo que causa prejuízo aos trabalhadores e a sociedade que precisa da educação pública.

Os trabalhadores reafirmam sua postura e mantêm a continuidade da greve até que o governador cumpra o Acordo Judicial.

Repudiamos ainda o descaso com que o poder público vem tratando a pauta da categoria.

A GREVE CONTINUA, GOVERNO A CULPA É SUA!

Teresina, 21 de junho de 2018

Diretoria do SINTE-PI

FONTE: ViaAgora
Portal Mandacaru no Facebook:
Notícias recomendadas
Últimas notícias
Mais lidas do mês
Portal Mandacaru | O nº 1 em notícias de São João do Piauí e região

End: Travessa Adail Coelho Maia - Cel:(89)9403-3070 - Redação: [email protected]

© Copyright 2018 - Portal Mandacaru - Todos os direitos reservados

Site desenvolvido pela Lenium