São João do Piauí, 20 de setembro de 2018
(86)995258210
Colunistas
JOE
 JOE
Joe é formado em Letras Inglês pela UESPI e Bacharel em Administração Pública pela UFPI. Ele escreve sobre Política e Administração, diariamente.
O PT não está preocupado com a estabilidade das instituições
09/07/2018 01h00

O dia de ontem deve entrar para história do Brasil e do mundo jurídico como  um teste da solidez de nossa democracia. O fato está relacionado ao despacho do desembargador federal Rogério Favreto, do TRF-4, que concedeu habeas corpus ao ex-presidente Lula, preso, em 07 de abril, por ordem do Juiz Sérgio Moro.

O despacho de Favreto ordenou que Lula fosse solto e que o mesmo fosse cumprido em regime de urgência. A pressa do desembargador em ver Lula solto era tamanha, que ele dispensou o exame de corpo de delito, deixando na alçada de Lula.

Momentos depois do despacho ordenando a soltura de Lula, o Juiz Sérgio Moro se pronunciou sobre o despacho do desembargador plantonista, alegando que ele não detinha competência para decidir sobre os pedidos feitos pelos deputados petitas.

O relator do processo do ex-presidente, o desembargador João Pedro Gebran Neto, alegou que não há fato novo que justifique a decisão de soltar de Lula, motivo esse trazido no despacho de Favreto. No entanto, Favreto insistiu na ideia e acabou dando, momentos depois,  outro despacho determinando à Policia Federal que cumprisse o mandado daquele desembargador com o alvará de soltura, em uma hora.

Os petistas que impetraram o pedido em favor da liberdade do ex-presidente, Paulo Teixeira (PT-SP), Paulo Pimenta (PT-RS) e Wadih Damous (PT-RJ), são velhos conhecidos das batalhas campais em defesa de Lula, desde que ele foi preso.

O PT vem tentando, obstinadamente, livrar a pele de Lula, condenado a 12 e um mês de prisão no caso do Tríplex do Guarujá. Para o partido, Lula é inocente e a justiça é que tem sido a vilã de toda história, por ter condenado um o presidente sem provas, argumento sustentado pelo PT desde a condenação.

Mesmo diante de uma crise no cenário político nacional e no judiciário, com decisões controvertidas, o partido dos trabalhadores não perde a oportunidade de tentar causar a instabilidade das instituições. O dia de ontem mostrou com clareza que para o PT a liberdade de Lula está acima da tranquilidade e da instabilidade democrática do país.

Portal Mandacaru no Facebook:
Notícias recomendadas
Últimas da coluna
Portal Mandacaru | O nº 1 em notícias de São João do Piauí e região

End: Travessa Adail Coelho Maia - Cel:(89)9403-3070 - Redação: [email protected]

© Copyright 2018 - Portal Mandacaru - Todos os direitos reservados

Site desenvolvido pela Lenium