São João do Piauí, 21 de março de 2019
E-mail: redacao@portalmandacaru.com.br
(86)995258210
Colunistas
JOE
 JOE
Joe é formado em Letras Inglês pela UESPI e Bacharel em Administração Pública pela UFPI. Ele escreve sobre Política e Administração, diariamente.
Menos Twitter, presidente Bolsonaro!
06/03/2019 09h38

As aparições do presidente Jair Bolsonaro certamente não guardam mais relação com o período pré-eleitoral, quando ele se dirigia a seus seguidores e os inflava com palavras de ordem, com dizeres nacionalistas e com palavras que serviam de alento aos que viam em sua candidatura uma esperança para um Brasil ordeiro.

Na noite de ontem (05), a publicação de um vídeo de conteúdo escatológico e pornográfico pelo presidente Jair Bolsonaro em sua conta no Twitter, divide a rede social nesta quarta-feira, com a hashtag #ImpeachmentBolsonaro liderando os tópicos mais replicados, seguida pela #BolsonaroTemRazão.

Logo após o tuíte, muitos internautas pediram que o conteúdo fosse denunciado à rede social como impróprio. Nem o Twitter, nem o presidente excluíram a postagem, mas foi colocado um aviso de que "Esta mídia pode conter material sensível". Na postagem, o presidente afirma que "é isto que tem virado muitos blocos de rua no carnaval brasileiro". Pelas imagens, não é possível identificar onde se deu o ocorrido.

Bolsonaro não entendeu ainda que ele não é só dono de uma conta no twitter. Ele é, essencialmente, um chefe de Estado. Suas colocações, com maior ou menor grau ofensivo, podem gerar uma crise institucional.

Não raro o presidente tem se utilizado de sua conta para fazer anúncios do que o Planalto deve pautar. Um erro grotesco, vez que o Planalto tem um porta-voz que é a NBR: a TV do governo federal, em que ações governamentais são veiculadas. O grau de formalidade da NBR, certamente, não gera desgaste ao presidente, nem muito menos divide opiniões.

A falta de cautela de Bolsonaro ao se dirigir a cidadãos de um país que vive, desde bem pouco, em um verdadeiro barril de pólvora, tem sido a prova de que o presidente trata dos destinos do país, que são reais, no mundo virtual. Faltam ao presidente mais realismo, sensatez e prudência, acima de tudo, em suas colocações sobre temas que fazem surgir, de forma abrupta, discussões que dividem opiniões diversas.

O presidente Jair Bolsonaro deveria encerrar sua conta no twitter e entender que a campanha de 2018, da qual ele saiu vitorioso não passou de plano estratégico que deu certo, mas que poder ser perigoso para o país. Menos twitter e mais Planalto, presidente Jair Bolsonaro!  

Portal Mandacaru no Facebook:
Notícias recomendadas
Últimas da coluna
Portal Mandacaru | O nº 1 em notícias de São João do Piauí e região

End: Travessa Adail Coelho Maia - Cel:(89)9403-3070 - Redação: redacao@portalmandacaru.com.br

© Copyright 2019 - Portal Mandacaru - Todos os direitos reservados

Site desenvolvido pela Lenium