São João do Piauí, 24 de agosto de 2019
E-mail: redacao@portalmandacaru.com.br
(86)995258210
Entretenimento
Caso Neymar: advogado de Najila, Danilo Garcia de Andrade deixa o caso
Caso Neymar: advogado de Najila, Danilo Garcia de Andrade deixa o caso
10/06/2019 22h32

O advogado de Najila Trindade, Danilo Garcia de Andrade, anunciou que deixou o caso e não vai mais representar a mulher que acusa Neymar no caso de estupro. Ele afirmou que tomou a decisão especialmente após a cliente o acusar de planejar um arrombamento em seu apartamento e de roubar o tablet onde estaria um vídeo mostrando o segundo encontro dela com Neymar em Paris. A informação foi inicialmente divulgada pelo SBT e confirmada pelo UOL Esporte. Em entrevista ao SBT, ele disse: "Devo me tirar do processo", afirmou Danilo Garcia. "Sim, estou anunciando oficialmente nesta entrevista (...) Não sou mais advogado de Najila", declarou.

Na última quinta-feira, Najila Trindade afirmou que houve uma invasão em sua residência e que um tablet, onde estaria o vídeo, teria sido roubado. A polícia foi ao local e a perícia foi chamada para averiguar o caso. Danilo Garcia de Andrade afirma que a modelo o acusou de ter planejado a invasão durante uma reunião entre eles. Segundo o representante, a modelo disse que fez uma busca no dispositivo da "Apple" para saber a localização do "Ipad" e que o endereço seria o do escritório do advogado. Essa teria sido a gota d'água para ele deixar o caso.

"A senhora Najila me acusou de ter planejado este arrombamento, essa situação toda. Disse que esse tablet poderia estar comigo, segundo o marcador de localização dela.

Eu não preciso comprar ou roubar um tablet, eu tenho os meus dispositivos eletrônicos. Eu nunca tive Iphone, eu sempre tive Android, nunca tive "Ipad", me parece que é um "Ipad". E o cliente tem uma postura repentina e totalmente contrária à ética e ao bom senso e até à verdade nesse caso, a respeito do arrombamento e desse tablet estar de minha posse.”

O advogado diz que seria de seu total interesse ver o vídeo e entregá-lo à Justiça. O representante da modelo já havia informado que não teve acesso às provas que Najila prometia. "Eu adoraria ter ele porque ali em tese estará o vídeo que ela alega ter 7 minutos, material esse que até hoje eu não tenho. Seria ótimo. Eu seria o primeiro a ver e a entregá-lo à polícia. Porque eu acredito que, se tiver alguma coisa relevante ali para reforçar a condição de vítima da senhora Najila, ela deveria usá-lo e não reter a informação.”

O representante da modelo já havia informado no sábado ao UOL Esporte que iria deixar o caso se Najila se não tivesse acesso às provas que ela dizia ter produzido.

Na tarde desta segunda-feira, ele compareceu à 6ª Delegacia de Defesa da Mulher para avisar à Polícia Civil que a cliente não entregou o celular que conteria um vídeo que seria prova do crime. Na saída, ele declarou à imprensa e disse mais uma vez que deixaria o caso se ela não entregasse as imagens até a meia-noite.

A gravação foi apontada pelo advogado como peça fundamental na tese que vai apresentar à Polícia Civil. Até o momento, apenas 66 segundos do vídeo são de conhecimento da delegada Juliana Bussacos, que coordena as investigações. No total, seriam sete minutos de gravação, mas a modelo não entrega o material ao seu advogado.

Najila argumentou que a gravação estaria em um tablet que sumiu depois de suposto arrombamento em sua casa na semana passada. Peritos estiveram no local e um laudo para saber se houve mesmo arrombamento está sendo elaborado. A administração do prédio nega o crime.

FONTE: BOL
Portal Mandacaru no Facebook:
Notícias recomendadas
Últimas notícias
Mais lidas do mês
Portal Mandacaru | O nº 1 em notícias de São João do Piauí e região

End: Travessa Adail Coelho Maia - Cel:(89)9403-3070 - Redação: redacao@portalmandacaru.com.br

© Copyright 2019 - Portal Mandacaru - Todos os direitos reservados

Site desenvolvido pela Lenium