São João do Piauí, 15 de setembro de 2019
E-mail: redacao@portalmandacaru.com.br
(86)995258210
Piauí
Luciano Nunes diz que PSDB estuda ação contra empréstimos de R$ 1,5 bi
O ex-deputado Luciano Nunes critica o Governo do Piauí por, segundo ele, tomar empréstimos de forma descontrolada (Foto: Elias Fontinele / O DIA)
Luciano Nunes diz que PSDB estuda ação contra empréstimos de R$ 1,5 bi
24/07/2019 09h11

O ex-deputado Luciano Nunes (PSDB) fez duras críticas ao novo empréstimo que o Governo do Estado deve tomar, no valor de R$ 1,5 bilhão, para efetuar o pagamento de precatórios.

A Assembleia Legislativa do Piauí aprovou na semana passada o projeto de lei por meio do qual o governo pediu autorização para realizar a nova operação de crédito.

Luciano afirma que o governo está se endividando de forma irresponsável, o que pode trazer graves consequências para o estado no futuro. 

O tucano também diz que no projeto de lei há uma brecha, que permitirá ao governo tomar um segundo empréstimo, com o mesmo valor, de R$ 1,5 bi.

"O governo continua tomando empréstimos pra pagar dívidas, e isso certamente não vai levar a lugar algum [...] Essa realidade nos preocupa muito, porque o Piauí se endivida mais a cada dia. Já não tem condição de pagar suas obrigações. Os salários dos servidores terceirizados estão com quatro a cinco meses de atraso. Hospitais interditados, escolas sem funcionar, segurança pública sucateada, obras paralisadas, as estradas do interior todas esburacadas, e o governo com a máquina inchada, acomodando aliados e contraindo empréstimos e mais empréstimos. Então, nós temos nos insurgido contra essa gestão, contra esse modelo de pegar empréstimos para pagar dívidas, e, inclusive, estamos estudando uma ação popular para ingressarmos contra essa lei que foi aprovada pela Assembleia Legislativa", afirma Luciano. 

Luciano diz que essa política praticada pelo governador Wellington Dias (PT) tem prejudicado sobretudo a população mais pobre, que é quem mais necessita dos serviços públicos.

"O Piauí todo está sofrendo com essa gestão. Os principais serviços estão paralisados. Quem precisa de saúde pública no estado do Piauí sabe do que eu estou falando. Os hospitais regionais no interior não funcionam. Até aqui na capital... a Maternidade Dona Evangelina Rosa está interditada. O HGV [Hospital Getúlio Vargas] vive suspendendo cirurgias por falta de condições, de insumos. Nós vivemos um caos, que está estabelecido aqui. Essa é a realidade do Piauí hoje, lamentavelmente. E ela ocorre graças a esse modelo de gestão: uma máquina inchada pra acomodar os políticos aliados do governador, e essa política de contrair empréstimos e mais empréstimos. Chega a um ponto que você não tem mais capacidade nem pra pagar suas obrigações, que é o que está acontecendo. Pegar empréstimos pra pagar dívidas é um crime", acrescentou Luciano.

BALANÇO DOS PRECATÓRIOS

De acordo com a Secretaria de Estado da Fazenda, em apenas um precatório o Governo do Estado vai pagar um valor superior a R$ 800 milhões. "Esse precatório não estava na relação do Balanço Geral de 2018, entrou já este ano, e é relativo aos técnicos fazendários (oriundo da década de 1990)", informou o governo, por meio da Coordenadoria de Comunicação.

Conforme o secretário de Fazenda Rafael Fonteles, somando esse precatório dos fazendários, de mais de R$ 800 milhões, ao estoque atual – de mais de R$ 577 milhões – a dívida do Estado com precatórios já supera R$ 1,4 bilhão.

FONTE: O Dia
Portal Mandacaru no Facebook:
Notícias recomendadas
Últimas notícias
Mais lidas do mês
Portal Mandacaru | O nº 1 em notícias de São João do Piauí e região

End: Travessa Adail Coelho Maia - Cel:(89)9403-3070 - Redação: redacao@portalmandacaru.com.br

© Copyright 2019 - Portal Mandacaru - Todos os direitos reservados

Site desenvolvido pela Lenium