São João do Piauí, 18 de novembro de 2019
E-mail: redacao@portalmandacaru.com.br
(86)995258210
Manchete
“Não tem como pensar em desenvolver um Estado sem Educação”, disse Rejane Dias
23/06/2015 19h05
Em recente visita a São João do Piauí, quando veio fazer a inauguração do novo prédio do Fórum Eleitoral local(19/06), a Secretária de Educação, Rejane Dias, falou que não tem como pensar em um Estado desenvolvido sem Educação.

Em relação ao município de São João do Piauí, a secretária informou que vai lutar pela melhoria da Universidade Aberta do Brasil (UAB). Para isso, deverá fazer a ampliação do prédio, que é pequeno. Ainda, segundo a secretária, o Estado poderá buscar uma parceria com o município ou se utilizar de uma estrutura já existente para fazer a ampliação física do Polo da UAB.

Além da ampliação da estrutura física, haverá a oferta de mais cursos que ajudarão na ampliação do Polo local da Universidade Aberta do Brasil (UAB) e fazer dele uma referência.

Ano Letivo de 2015

A secretária do Estado falou também sobre o ano letivo de 2015. Segundo ela, o Estado herdou um teste seletivo “vencido” e teve que negociar com a Procuradoria Geral do Estado (PGE) a fim de que o ano letivo pudesse começar. Para que as aulas viessem a começar, a Seduc teve que prorrogar o prazo do teste seletivo já existente.

O Estado está com um teste seletivo para ser realizado, mesmo o estado já tendo chamado 1000 concursados do concurso passado. Para a Secretária Rejane Dias, o Estado sempre terá professores, pois há situações que exigem, como por exemplo, quando um professor adoece, quando uma professora entra de licença maternidade ou quando o professor sai para gerir os destinos da unidade escolar. Findo esse período de gerencia na escola, que é temporário, ele retorna à sua função principal.

“A nossa grande preocupação é com a qualidade do ensino e especialmente manter o professor em sala de aula; estimular o professor para que ele esteja em sala de aula; valorizar os professores também. É importante a valorização de todos os trabalhadores da Educação; reconhecer a importância dele [professor] e melhorar, portanto a qualidade do nosso ensino-aprendizagem”, disse Rejane Dias.

Caminhos para evitar a evasão escolar

De olho na evasão, especialmente no ensino médio, que chega a 30%, a Seduc visa a implementar a chamada Poupança Jovem, programa que institui uma poupança para os alunos dessa última etapa do ensino. No Piauí, pelo menos 33 municípios deverão ser beneficiados com o programa.

A escolha para que o município seja beneficiado se limita ao baixo Índice de Desenvolvimento Humano (IDH); municípios com baixo IDH deverão ser beneficiados pelo programa que faz a poupança de R$ 1.500,00, como incentivo de conclusão do ensino médio. Somente alunos que concluírem o ensino médio terão direito a esse incentivo.

A secretária finalizou a entrevista ao Portal Mandacaru falando da estrutura física das escolas. Ela falou que já existem alguns técnicos da Seduc fazendo uma vistoria na estrutura dos prédios das escolas de São João do Piauí e da região para fazer um levantamento da infraestrutura. Escolas que estiverem precisando de biblioteca, de laboratório de ciência, de quadra de esportes coberta. Já as escolas que estiverem com a estrutura comprometida, a secretária destacou que haverá uma intervenção do Estado.

FONTE: DA REDAÇÃO
Portal Mandacaru no Facebook:
Notícias recomendadas
Últimas notícias
Mais lidas do mês
Portal Mandacaru | O nº 1 em notícias de São João do Piauí e região

End: Travessa Adail Coelho Maia - Cel:(89)9403-3070 - Redação: redacao@portalmandacaru.com.br

© Copyright 2019 - Portal Mandacaru - Todos os direitos reservados

Site desenvolvido pela Lenium