São João do Piauí, 20 de abril de 2021
(86)995258210
Piauí
Joe
Por: Joe
Servidores públicos do Estado do Piauí vão pagar 50% por serviços do PLAMTA; entenda!!
Servidores públicos do Estado do Piauí vão pagar 50% por serviços do PLAMTA; entenda!!
16/10/2015 09h30

Foi publicada, no Diário Oficial do Estado(DOE), nesta quarta-feira (14), a resolução nº 20/2015 do Conselho Deliberativo Fiscal do IASPI/PI. Pela resolução, os servidores estaduais usuários do plano IASPI Saúde/ Plamta que precisarem se utilizar dos serviços de urgência/emergência nos hospitais deverão pagar metade dos serviços médicos e hospitalares. 

 

De acordo com a resolução, a coparticipação dos beneficiários diretos e indiretos no montante de 50% pelos serviços médicos efetivamente utilizados terá efeito retroativo a 1º de setembro deste ano. Então, os usuários que tiverem utilizado os serviços por esse período já terão que dividir os custos com a operadora estadual.

 

No documento publicado no Diário também consta que a contribuição dos beneficiários diretos e indiretos do Plamta fica reajustada em 15%, também com efeito retroativo a partir de 1º de setembro deste ano.

 

Para o presidente do Sindicato dos Policiais Civis do Piauí (Sinpolpi), Constantino Junior, a coparticipação de 50% para os beneficiários nos procedimentos médicos é abusiva, ainda mais se somando a um rejuste de 15 % nas mensalidades. Ele informou que vai acionar o Ministério Público Estadual para que possa intervir em favor dos servidores. 

 

QUEM PRECISAR DE INTERNAÇÃO

 

Se um servidor público do estado, por exemplo, for internado e o custo dessa internação for de R$ 20 mil, ele vai pagar R$ 10 mil e o estado paga os outros R$ 10 mil.

 

A resolução foi assinada no dia 02 de outubro por Daniele Amorim Aita. Estiveram presentes, na reunião do Conselho Fiscal, os conselheiros Abílio Tavares Cabral, Adriana Silva de Oliveira Lopes, Daniel Magalhães Chaves, Geórgia Karina Modestos Alves, Jaciara Torres Pacheco Probo, Kerlya Costa Carvalho, Leonardo Nogueira Pereira, Maria Léa Lima de Almeida, Raimundo Bispo pereira e Marlene Eufrásio de Meneses.

 

Resolução publicada no Diário Oficial do Estado (DOE) dia 14 de outubro

 

 

 

FONTE: DA REDAÇÃO
Portal Mandacaru no Facebook:
Notícias recomendadas
Últimas notícias
Mais lidas do mês
Portal Mandacaru | O nº 1 em notícias de São João do Piauí e região

End: Travessa Adail Coelho Maia - Cel: (86) 99525-8210 - Redação: [email protected]

© Copyright 2021 - Portal Mandacaru - Todos os direitos reservados

Site desenvolvido pela Lenium