São João do Piauí, 17 de outubro de 2019
E-mail: redacao@portalmandacaru.com.br
(86)995258210
Prefeito quer autorização para fazer empréstimos no valor de R$ 2 milhões
Prefeito quer autorização para fazer empréstimos no valor de R$ 2 milhões
14/11/2015 22h32

O projeto que estima e fixa a receita do município de São João do Piauí para o exercício de 2016 já se encontra na Câmara Municipal. Para 2016, o Prefeito estima que a gestão deva arrecadar e fazer despesas no valor de R$60.281.276,00 (sessenta milhões, duzentos e oitenta e um mil, cento e setenta e seis reais)

 

O projeto de Lei Orçamentária compreende o orçamento fiscal e a seguridade social referente também aos poderes legislativo e executivo, com fundo, órgãos e entidades da administração pública. O orçamento fiscal referente ao executivo e ao legislativo do município  corresponde ao montante de R$ 43.504.076,00 (quarenta e três milhões, quinhentos e quatro mil e setenta e seis reais). Já o valor da seguridade social, abrangendo fundos e entidades e órgãos públicos representa R$ 16.777.200,00 (dezesseis milhões, setecentos e setenta e sete mil e duzentos reais).

 

A discussão para votação do exercício financeiro de 2016 deve entrar na pauta desta semana, pois sem a aprovação do orçamento, não pode a Câmara entrar de recesso.  

 

Uma despesa na lei orçamentária chamou atenção de alguns parlamentares, como  o vereador Gervásio Oliveira (PSD): a Câmara de Vereadores perdeu R$ 50,00 em relação ao ano de 2014, quando a lei previu receita de 1.427.650,00 contra 1.427.600,00 de 2015.

 

Mesmo com orçamento de 12.062.000,00 (doze milhões, sessenta e dois mil reais) na área da Secretaria Municipal de Infraestrutura,  Saneamento, Meio Ambiente e Recursos Hídricos, o executivo municipal quer que a Câmara aprove a autorização para que possam ser contratados e oferecidas garantias de empréstimos voltados para o saneamento e habitação.

 

Outro ponto que chamou a atenção do vereador Gervásio Oliveira (PSD), membro da comissão de orçamento da Câmara,  foi o pedido de autorização para que possam ser feitos financiamentos  com agências oficiais de crédito para a aplicação em investimentos.

 

Em contra partida, o município poderá oferecer como garantia as quotas e receitas próprias das quais é titular ao Tesouro Nacional, como por exemplo: IPTU, ISS, ITBI,ICMS,ITR ou FPM.

 

O vereador Gervásio Oliveira(PSD) já entrou com emenda supressiva para que sejam excluídos esses dois pontos polêmicos do orçamento, que deve movimentar a Câmara até o fim dos trabalhos vigentes (2015).

FONTE: DA REDAÇÂO
Portal Mandacaru no Facebook:
Notícias recomendadas
Últimas
Portal Mandacaru | O nº 1 em notícias de São João do Piauí e região

End: Travessa Adail Coelho Maia - Cel:(89)9403-3070 - Redação: redacao@portalmandacaru.com.br

© Copyright 2019 - Portal Mandacaru - Todos os direitos reservados

Site desenvolvido pela Lenium