São João do Piauí, 24 de outubro de 2021
(86) 995258210
Política
Joe
Por: Joe
Procuradoria que investiga Lula quer acesso a dados da Lava Jato
Procuradoria que investiga Lula quer acesso a dados da Lava Jato
04/12/2015 14h29

A Procuradoria da República, no Paraná, pediu nesta quinta-feira 3, ao juiz federal Sérgio Moro autorização para compartilhar provas produzidas na Operação Lava Jato, relativas à empreiteira Odebrecht, com a Procuradoria do Distrito Federal.Segundo a força-tarefa da Lava Jato, as provas serão compartilhadas com o Procedimento Investigatório Criminal (PIC) 66/2015, que investiga possível tráfico de influência do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, entre 2011 e 2014, e a Odebrecht.O PIC 66/2015 investiga se a empreiteira teria obtido vantagens com agentes públicos de outros países por meio de influência de Lula, que deixou o Palácio do Planalto no fim de 2010.

var uid = '37441'; var wid = '168067';

 

A Odebrecht teria pagado as despesas do voo do ex-presidente, mesmo não sendo uma viagem de trabalho para a empreiteira. No documento do voo, está registrado como “passageiro principal: voo completamente sigiloso.” A portaria de abertura do procedimento investigatório registra “possível ocorrência”, entre os anos de 2011 e 2014, de tráfico de influência (artigos 332 e 337-C do Código Penal) na atuação do ex-presidente da República Luís Inácio Lula da Silva, o qual teria obtido vantagens econômicas da empreiteira Odebrecht, a pretexto de influir em atos praticados por agentes públicos estrangeiros, notadamente dos governos da República Dominicana e de Cuba (neste caso, em relação a obras financiadas pelo BNDES), e por agentes públicos federais brasileiros.

 

A Odebrecht é uma das empreiteiras investigadas na Lava Jato, suspeita de ter feito parte do cartel que monopolizou contratos bilionários da Petrobras entre 2004 e 2014.

 

O presidente da empreiteira, Marcelo Bahia Odebrecht, e executivos que faziam parte da cúpula do grupo – Márcio Faria e Rogério Araújo – estão presos desde 19 de junho, quando foi deflagrada a 14ª fase da Lava Jato. Todos são acusados de corrupção e lavagem de dinheiro.Na época em que o Procedimento foi instaurado, a Odebrecht e o Instituto Lula negaram quaisquer irregularidades. Procurados nesta quinta-feira, a empreiteira e a entidade não retornaram.

 

 

FONTE: Tribuna da Bahia
Portal Mandacaru no Facebook:
Notícias recomendadas
Últimas notícias
Mais lidas do mês
Portal Mandacaru | O nº 1 em notícias de São João do Piauí e região

End: Travessa Adail Coelho Maia - Cel: (86) 99525-8210 - Redação: [email protected]

© Copyright 2021 - Portal Mandacaru - Todos os direitos reservados

Site desenvolvido pela Lenium