São João do Piauí, 26 de julho de 2021
(86) 995258210
Geral
Joe
Por: Joe
Delcídio acusa Mercadante de tentar comprar o seu silêncio
15/03/2016 12h52

Em delação premiada homologada nesta terça-feira, o senador Delcídio Amaral acusou o ministro da Educação Aloizio Mercadante de tentar suborná-lo com ajuda financeira, política e jurídica. Em troca, o ministro pedia que ele ficasse calado. Delcídio ficou preso por três meses e foi no dia 19 de fevereiro passado sob acusação de tentar impedir as investigações da Operação Lava-Jato ao prometer ao filho de Nestor Cerveró dar fuga ao pai.

A acusação de Delcídio a Mercadante foi publicada pela revista Veja, que teve acesso à delação premiada, que segue em segredo de Justiça. O sigilo pode cair ainda nesta terça-feira uma vez que hoje o ministro Teori Zavascki, relator da Operação Lava-Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), homologou a delação premiada do senador petista. O ministro retirou o sigilo do processo, que deve ser divulgado até o final do dia. De acordo com a reportagem, Mercadante e Delcídio teriam se reunido ao menos duas vezes no gabinete de Mercadante, no ministério. As conversas, segundo “Veja”, foram gravadas pelo assessor do parlamentar, José Eduardo Marzagão, e entregues à Procuradoria-Geral da República por Delcídio, que, em depoimento formal, disse que o ministro “agira a mando de Dilma”.

 

CONFIRA OS DIÁLOGOS TRANSCRITOS PELO SITE DE “VEJA”:

AM - O que é que tem que você acha que eu possa ajudar? JEM - Ministro... AM - De verdade. Tô falando assim. Eu tô aqui. Ó, eu falei: Eu não quero nem saber o que o Delcídio fez. JEM - É. AM - Eu quero... (inaudível) eu acho que ele devia esperar, não fazer nenhum movimento precipitado, ele já fez um movimento errado, deixar baixar a poeira, ele vai sair, a confusão é muito grande. Aí... entendeu? JEM - Ministro, o problema é o seguinte. AM - Pra ele não ser um agente que desestabilize tudo. Porque senão vai sobrar uma responsabilidade pra ele monumental, entendeu? AM - É o seguinte, eu me disponho, já te falei isso reservadamente, eu faço uma agenda no Mato Grosso do Sul, eu tenho que ir visitar uma universidade, um instituto... eu falo Maika, eu quero passar aí ...da outra vez ela fez um jantar pra mim... quando eu fui lá fazer uma agenda e ela fez um jantar na casa. Então, ó eu gostaria de passar aí, lhe dar um abraço e tal, se tiver espaço. JEM - Só pra você ter uma ideia, eles estão vendendo a casa. AM - Pra não ficar expostos. JEM - Não, até pra... AM - Arrecadar dinheiro. JEM - Arrecadar dinheiro. Os carros, a casa. A fazenda, porque é da mãe e do irmão, então lá não vai mexer. Aliás, o irmão tá vindo aí pra tratar desses assuntos. Assuntos financeiros mesmo. AM - Patrimônio da família. JEM - Patrimônio, as dívidas que ele tem. Pra você ter uma ideia da situação dele, o salário dele tem consignado. O salário do Delcídio tem empréstimo consignado, que ele está pagando. AM - Bom, isso aí também a gente pode ver no que é que a gente pode ajudar, na coisa de advogado, essa coisa. Não sei. Pô, Marzagão, você tem que dizer no que é que eu possa ajudar. Eu só to aqui pra ajudar. Veja o que que eu posso ajudar.

FONTE: em.com.br
Portal Mandacaru no Facebook:
Notícias recomendadas
Últimas notícias
Mais lidas do mês
Portal Mandacaru | O nº 1 em notícias de São João do Piauí e região

End: Travessa Adail Coelho Maia - Cel: (86) 99525-8210 - Redação: [email protected]

© Copyright 2021 - Portal Mandacaru - Todos os direitos reservados

Site desenvolvido pela Lenium