São João do Piauí, 06 de maio de 2021
(86)995258210
Política
Joe
Por: Joe
PT perde no TRE ação que proibia exibição sobre os R$ 180 mil apreendidos
PT perde no TRE ação  que proibia exibição sobre os R$ 180 mil apreendidos
24/09/2014 10h36
A Comissão de Propaganda Eleitoral do Tribunal Regional Eleitoral do Piauí (TRE-PI) negou pedido da assessoria jurídica da coligação Vitória com a Força do Povo, para proibir a exibição de reportagens sobre a apreensão de R$ 180 mil com um assessor do senador Wellington Dias, candidato do PT ao governo do Estado. Os advogados argumentaram que a exibição das matérias caracteriza crimes de calúnia, injúria e difamação.

Os juízes Sebastião Firmino e Antonio Lopes negaram os pedidos. "(...) Entendo que a mera narração de fato ocorrido, qual seja, apreensão de dinheiro, bem como a informação de que o funcionário mencionado trabalha no gabinete do Senador Wellington Dias não ofende a sua honra, haja vista a citação do seu nome ser decorrente da afirmação do local de trabalho. Ante o exposto, julgo improcedente o pedido", declarou Sebastião Firmino no despacho.

A assessoria jurídica de Wellington Dias representou pelo menos dez ações na Comissão de Propaganda Eleitoral reclamando de denúncias, calúnias, injúrias e difamações no programa eleitoral. Ele pede direito de resposta e indenização por danos morais. O senador queria tirar do ar a propaganda eleitoral que diz que foram apreendidos R$ 180 mil no banco traseiro do carro de José Martinho de Araújo, motorista lotado no gabinete dele no Senado Federal. Os pedidos foram negados pelos juízes eleitorais.

Wellington Dias desabafou dizendo que a eleição não deve ser conquistada a qualquer custo. Por outro lado, apesar das representações judiciais, o senador diz que orientou a militância a não reagir às provocações. "Não vamos fazer uma campanha de baixaria. Se aparecer alguém aí desesperado, é porque só desesperado faz o que estão fazendo. Os meus adversários apostam no xingamento, na calúnia, na difamação, na baixaria. Acho que é um completo desrespeito ao eleitor", declarou o senador.

A Comissão da Propaganda do TRE-PI negou ontem dois pedidos de direito de resposta ao candidato Wellington Dias. Ele tinha reclamado que os candidatos Antônio Carlos Soares e Juliana Alves de Aquino usaram o tempo para fazer afirmações injuriosas, difamatórias e caluniosas durante propaganda eleitoral na televisão do PSC.

Os juízes Sebastião Firmino e Antônio Lopes julgaram improcedentes as duas representações. Eles analisaram que as expressões "Chega de mentira. Chega de corrupção", usadas no programa foram genéricas.

FONTE: Jornal Diário do Povo
Portal Mandacaru no Facebook:
Notícias recomendadas
Últimas notícias
Mais lidas do mês
Portal Mandacaru | O nº 1 em notícias de São João do Piauí e região

End: Travessa Adail Coelho Maia - Cel: (86) 99525-8210 - Redação: [email protected]

© Copyright 2021 - Portal Mandacaru - Todos os direitos reservados

Site desenvolvido pela Lenium