São João do Piauí, 01 de outubro de 2020
(86)995258210
Educação
Joe
Por: Joe
Piauí tem melhor desempenho no país do programa Jovem de Futuro
11/08/2016 00h33

As 135 escolas estaduais do Piauí que recebem o Programa Jovem de Futuro obtiveram em 2015 um aumento médio de 5 pontos nas provas de proficiência (português e matemática) em relação as que não atuam com esta ferramenta. As provas utilizam a mesma metodologia do Ideb e o Piauí obteve o melhor rendimento entre os cinco estados do país que utilizam o Jovem de Futuro: Pará, Espírito Santo, Goiás e Ceará.

 

Os dados serão apresentados no Seminário de Análise de Indicadores, onde os agentes que integram o programa no Estado irão verificar e discutir os primeiros resultados obtidos. O evento inicia às 8h, no Blue Tree Hotel.

O programa é uma ferramenta de gestão escolar, promovida pelo Instituto Unibanco em convênio com as redes estaduais de educação, com o objetivo de aumentar o rendimento do Índice de Desenvolvimento do Ensino Básico (Ideb) nas unidades em que atua. "Nós retomamos o programa em agosto de 2015 e já conseguimos esses bons resultados. E a tendência é melhorar ainda mais, pois nos últimos meses aumentamos a efetivação das ações do Jovem de Futuro em cada uma das unidades atendidas", comentou a secretária da Educação, Rejane Dias.

 

A intenção da Secretaria de Estado da Educação com a adesão ao Jovem de Futuro é aumentar a posição do Estado no ranking do Ideb, subindo do atual 18º lugar para o 12º, em 2017. O JF tem como foco a gestão escolar voltada para resultados de aprendizagem, onde tem o objetivo de contribuir com uma educação pública de qualidade que garanta o acesso, a permanência e a conclusão dos jovens no Ensino Médio, proporcionando um aprendizado esperado no tempo adequado.

 

"A nossa principal proposta é o aperfeiçoamento da gestão escolar. Entendemos que se trata de uma forma vital de organização e articulação de processo e recursos disponíveis, com vistas a atingir metas com responsabilidades compartilhadas, voltadas à garantia da aprendizagem. Nossa intenção é refletir sobre os processos que compõem e organizam a gestão escolar e elaborar novas possibilidades de atuação", afirma o agente de governança do Jovem de Futuro no Piauí, Eduardo Castelo Branco.

 

Ele afirmou que uma gestão escolar estruturada por processos e instrumentos objetivos é capaz de reduzir as desigualdades, valorizar a diversidade e incidir positivamente na aprendizagem dos estudantes.

 

No Brasil, segundo dados do Censo Demográfico de 2010, existe muitos jovens fora da escola. Quase 15% da população, entre 15 e 17 anos de idade (faixa etária considerada ideal para frequência ao Ensino Médio), não está matriculada. "Esses e outros desafios nos convoca para a necessidade de pensarmos em caminhos que promovam mudanças nas práticas educacionais. Tal transformação só acontecerá com a reflexão e a disposição de cada gestor em repensar suas práticas, orientando-os para a aprendizagem, para a valorização do jovem e para promoção da equidade", ressalta Eduardo.

 

BONS EXEMPLOS

 

Exemplo de que a ferramenta Jovem de Futura vem contribuindo significativamente para a melhoria da educação no Piauí, pode ser visto na Unidade Escolar Patronato Nossa Senhora de Lurdes, localizado no município de Campo Maior, 80km da capital. A escola recebeu o JF o ano passado e em pouco tempo já está colhendo os frutos de um trabalho focado em muito esforço e dedicação.

 

"O Jovem de Futuro fez uma diferença extraordinária e radical na nossa escola. As formações trouxeram conteúdos importantes sobre gestão escolar que era um assunto que nós não tínhamos muita experiência. Com o Jovem de Futuro aprendemos a planejar e monitorar as atividades da escola para gerar resultados. Também aprendemos a acompanhar e avaliar esses resultados. Esse apoio à gestão está sendo fundamental e nós temos o amparo quando temos dúvidas ou dificuldades. Agora não ficamos apenas apagando os 'incêndios' da escola, mas fazemos ações planejadas", declara a diretora Irmã Itaira de Vasconcelos.

 

Inaugurada em março de 1953 sob os cuidados da Congregação das Filhas de Santa Teresa, a escola Patronato Nossa Senhora de Lourdes é tradicional na cidade de Campo Maior. Com uma estrutura de salas de aulas equipadas, laboratório de informática, quadra poliesportiva coberta, biblioteca, a escola atende um total de 1.664 estudantes sendo 360 no Ensino Médio. No último ano, a unidade desenvolveu, entre outras atividades, projetos voltados à área da ciência e tecnologia, produções artísticas, passeios culturais pelos pontos turísticos do estado, participação em olimpíadas estudantis, dentre outras.

 

FONTE: CCCOM
Portal Mandacaru no Facebook:
Notícias recomendadas
Últimas notícias
Mais lidas do mês
Portal Mandacaru | O nº 1 em notícias de São João do Piauí e região

End: Travessa Adail Coelho Maia - Cel:(89)9403-3070 - Redação: [email protected]

© Copyright 2020 - Portal Mandacaru - Todos os direitos reservados

Site desenvolvido pela Lenium