São João do Piauí, 27 de maio de 2022
Piauí
Joe
Por: Joe
Rombo nos Estados é maior que o informado; Piauí teve nota de risco rebaixada
24/10/2016 13h52

A nota de risco do Piauí foi rebaixada pelo Governo Federal. A nota se refere a capacidade de endividamento e as dívidas do Estado com a União. Nesse quesito o Piauí está muito bem. No entanto, em relação às despesas com pessoal e ao pagamento de aposentados os indicadores são muito ruins. E isso, além se ser alvo de ação judicial, pode resultar em sanções financeiras ao Estado. Além do Piauí, outros quatorze estados tiveram a nota de crédito rebaixada.

 

Segundo o secretário de Fazenda do Estado, Rafael Fonteles, as medidas adotadas pelo Governo do Estado estão respaldadas pelo Tribunal de Contas do Estado, e não pode ser penalizado por isso, já que existe um parecer dos técnicos do TCE-PI nesse sentido. "Cumprimos as regras e as considerações foram feitas com respaldo do TCE. Não entendemos o rebaixamento da nota de risco de crédito", comentou.

 

Rafael estranhou que os relatórios do Estado foram aceitos pelo TCE, mas não pelo Tesouro Nacional. Na interpretação do TCE, as despesas com o pagamento de aposentados não entrariam no percentual de gastos com pessoal. "Não podemos fazer um balanço para cada órgão. Não podemos ficar com essa nota vermelha, rebaixada. Apesar da nota ser provisória, estamos preocupados, porque são 14 estados que tiveram a nota de crédito rebaixada e estamos aprofundando essa discussão”, assinalou o secretário.

 

O rebaixamento da nota do Estado acontece, com a expectativa de piora das finanças do Piauí e do maior risco de atraso nos pagamentos das dívidas. A nota ainda é um garantidor para os investidores, indicando um menor risco para o retorno e de calotes. A partir da nota de risco, os investidores podem avaliar se a possibilidade de ganhos compensa o risco de perder o capital investido com a instabilidade econômica local.

FONTE: Diário do Povo
Portal Mandacaru no Facebook:
Notícias recomendadas
Últimas notícias
Mais lidas do mês
Portal Mandacaru | O nº 1 em Notícias

Redação: [email protected]

© Copyright 2022 - Portal Mandacaru - Todos os direitos reservados

Site desenvolvido pela Lenium