São João do Piauí, 06 de dezembro de 2019
E-mail: redacao@portalmandacaru.com.br
(86)995258210
Geral
Lula: “Se eles não me prenderem logo, quem sabe um dia eu mande prendê-los”
Lula: “Se eles não me prenderem logo, quem sabe um dia eu mande prendê-los”
06/05/2017 18h25

No mesmo dia em que o ex-diretor de Serviços da Petrobrás Renato Duque afirmou ao juiz Sérgio Moro que o ex-presidente Lula “tinha pleno conhecimento de tudo” do esquema de corrupção da Petrobras, o ex-presidente petista discursou durante a abertura da etapa paulista do 6º Congresso Nacional do PT e criticou a condução da Operação Lava Jato. Além disso, soltou farpas à imprensa.

” Amanhã o Lula vai ser preso, prenderam o tal empresário e ele vai delatar o Lula. [...] Se eles não me prenderem logo, quem sabe um dia eu mande prendê-los por mentiras”, disse ao mencionar que há dois anos ouve pela imprensa que será preso no dia seguinte. De acordo com o ex-presidente, caso volte à presidência, uma de seus atos será a regulamentação dos meios de comunicação.

Sobre as acusações de que seria dono de um apartamento “tríplex”, no Guarujá, Lula ironizou: “Eles falam do tríplex para tentar impressionar vocês. Na verdade, é um Minha Casa Minha Vida, uma em cima da outra”. Para ele, a Lava Jato já tem uma “tese pronta” que o coloca como líder de uma organização criminosa. “O que não vou permitir é que continuem mentindo como estão mentindo a meu respeito”. Lula voltou a desafiar que alguém diga e comprove que “depositou R$ 10 ilegais” em sua conta.

ELEIÇÕES DE 2018

O ex-presidente disse que a Lava Jato quer “destruir a política do país”. “De um lado há um processo da Operação Lava Jato que quer destruir a política desse país, passar para a juventude a ideia de que política não presta. E quando fazem a pesquisa, o resultado é o crescimento de um fascista chamado Bolsonaro (PSC-RJ)”, disse Lula, que se referia ao crescimento no parlamentar na última pesquisa da eleição presidencial da Datafolha.

Outro político também criticado no discurso de Lula foi o prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB) – potencial adversário em 2018. Sobre Doria, o petista disparou: “Um coxinha ganhou as eleições em São Paulo se fazendo passar por ‘João Trabalhador’. Se alguém encontrar com ele pergunte se já teve uma carteira assinada na vida”, afirmou o petista.

Lula afirmou ainda que está com mais disposição em disputar as eleições presidenciais.“Eles conseguiram aflorar em mim, aos 72 anos, uma coisa que eu pensei que já havia passado. Agora, que resolveram tentar destruir uma biografia, que eu não devo a eles, que só devo ao povo, terão que me enfrentar outra vez nas ruas deste país”, disse.

O encontro contou com a presença de políticos do PT, bem como a senadora Gleisi Hoffman (PT-PR). O convidado de hontra do evento foi o ex-presidente do Uruguai José Pepe Mujica. Neste sábado (6), o uruguaio participa da conferência “Alimentação saudável é um direito de todos e todas”, organizada pelo Movimento dos Sem Terra (MST).

FONTE: CongressoemFoco
Portal Mandacaru no Facebook:
Notícias recomendadas
Últimas notícias
Mais lidas do mês
Portal Mandacaru | O nº 1 em notícias de São João do Piauí e região

End: Travessa Adail Coelho Maia - Cel:(89)9403-3070 - Redação: redacao@portalmandacaru.com.br

© Copyright 2019 - Portal Mandacaru - Todos os direitos reservados

Site desenvolvido pela Lenium