São João do Piauí, 27 de janeiro de 2021
(86)995258210
Joe
Por: Joe
Início de obra do aterro sanitário de São João do Piauí foi prorrogado pela 5ª vez
Lixão de São João doPiauí
Início de obra do aterro sanitário de São João do Piauí foi prorrogado pela 5ª vez
27/09/2017 22h52

O lixão do município, recebe, diariamente, mais de 5 toneladas de lixo residencial. Compreendido em uma área aberta e visitada por pessoas carentes e sem conhecimento do risco por que passam, a prefeitura desenvolveu “projeto de limpeza urbana”, que teria como objetivo requalificar a área do lixão e legalizar a destinação de resíduos sólidos coletados pelo município.

Em 2011, o deputado federal, José Francisco Paes Landim, através do ofício “Oficio GDPL Nº 038/2011”, solicitou a destinação de uma emenda parlamentar no valor de R$ 800 mil para que fosse desenvolvido um projeto e, a partir daí, ser construído um aterro sanitário de São João do Piauí.

A prefeitura contratou a empresa Fundação Francisca Clarinda Lopes, em dezembro de 2013. A empresa faria a elaboração do projeto técnico e estudo ambiental sanitário. De acordo com o contrato, o projeto foi licitado por um valor global de R$40 mil.

Em 2013, quando chegou ao comando da prefeitura de São João do Piauí, o prefeito pediu a prorrogação do fim da vigência do contrato. No mesmo ano, a prefeitura mostrou que teria capacidade de contrapartida e acabou sinalizando que estaria disposta a desembolsar R$20 mil para que o projeto se tornasse realidade.

No entanto, pelo menos quatro pedidos de prorrogação foram feitos e concedidos e até o presente momento a gestão não tem sinalizado como vai gastar os R$ 524.500,00, depositados em uma conta. O PORTAL MANDCARU teve acesso e verificou que de janeiro a maio de 2016, os rendimentos do valor da liberação já chegava a R$ 13.322,30, na Conta : 26373-7,  Agencia 519-3, da Prefeitura de São João do Piauí.

O portal dos convênios mostra que, mesmo diante de quatro pedidos de prorrogações, a gestão do petista Gil Carlos entrou com o 5º pedido de adiamento do fim da vigência do convenio. O pedido, contudo, ainda está em análise.

O prefeito Gil Carlos Modesto chegou a enfatizar que o município seria um dos pioneiros no Piauí na iniciativa (construção de um aterro sanitário). “Temos um projeto com recurso já garantido, que está em análise na Fundação Nacional de Saúde, a Funasa, apenas aguardando autorização para a execução das obras”, ressalta.

O recurso a que fez menção o prefeito são os R$ 524.500,00, liberados, ainda em 31 de dezembro de 2015, Fundação Nacional de Saúde (FUNASA).

O MANDADCARU verificou que  foi publicado, em 10 de agosto de 2016, no Cadastro de Aviso de Licitação do TCE-PI, o processo administrativo nº: 041/2015 para que fosse licitada Contratação de empresa especializada para implantação de uma unidade de Aterro Sanitário na cidade de São João do Piauí, mas foi o processo foi cancelado devido a não haver interesse de empresas pela execução da obra.

VALOR DA LIBERAÇÃO DE MAIS DE MEIO MILHÃO DE REAIS

 

IMAGENS DO LIXÃO A CÉU ABERTO DE SÃO JOÃO DO PIAUÍ

 

 

 

FONTE: REDAÇÃO
Portal Mandacaru no Facebook:
Notícias recomendadas
Últimas
Portal Mandacaru | O nº 1 em notícias de São João do Piauí e região

End: Travessa Adail Coelho Maia - Cel: (86) 99525-8210 - Redação: [email protected]

© Copyright 2021 - Portal Mandacaru - Todos os direitos reservados

Site desenvolvido pela Lenium