São João do Piauí, 27 de julho de 2021
(86) 995258210
Joe
Por: Joe
"Atitude sábia", diz Gil Carlos sobre cancelamento do Festival da Uva de São João do Piauí
28/10/2017 08h16

O prefeito de São João do Piauí, Gil Carlos (PT), falou na manhã desta sexta-feira (27) com a reportagem do Política Dinâmica sobre o cancelamento da VII edição do Festival da Uva, que aconteceria nos dias 17, 18 e 19 de novembro. Ele lamentou a situação e reconheceu que a decisão frustrou os moradores, mas ressaltou que trata-se de uma atitude sábia da primeira-dama Rejane Dias, considerada a madrinha do evento, e do governador Wellington Dias (PT).

"Nosso festival foi planejado e já estava sendo estruturado, com a comissão trabalhando. É um festival grandioso, que tem toda uma mobilização, até porque não é só o lado festivo. Existe no seu entorno uma grande equipe técnica de vários órgãos para atender aos segmentos dos negócios, do empreendedorismo e do turismo. Mas em razão das dificuldades financeiras a deputada Rejane Dias, juntamente com a equipe do governador, nos procurou e ponderou sobre adiar o festival. Não suspender, mas adiar. Nós concordamos com a ideia e temos que parabenizar a atitude da primeira-dama o do governador. É uma atitude difícil, mas sábia nesse momento de crise", disse.

Gil reconheceu que o cancelamento [que ele prefere chamar de adiamento] causou frustração principalmente nos jovens da região. No entanto, o prefeito diz que as receitas e fontes de recursos vem caindo a cada mês e a situação dos Estados e dos municípios só piora. Por conta disso, entende que o momento exige outras prioridades e não impôs nenhum tipo de resistência ao pedido do governo do Estado para cancelar o festival.

"Quero destacar, e inclusive elogiar, a posição da deputada Rejane, pois mesmo sendo na sua terra, deu exemplo de que quando é preciso tomar medidas para preservar os serviços essenciais ela toma, ainda que seja na cidade dela. Acho que isso não desestimula o projeto maior que é continuar incentivando esse setor [dos negócios]. As atividades paralelas vão continuar, ainda que o festival não vá se realizar em novembro, como estava previsto", falou.

Questionado sobre a atitude do governo estadual de não adotar a mesma postura com outros festivais recentes que ocorreram no Piauí, como o festival Sabor Maior em Campo Maior e o Festival de Rabecas em Bom Jesus, Gil Carlos disse que não sabe as condições desses outros eventos. "Eu não sei as razões e as condições desses festivais que você mencionou. Mas a situação tem piorado a cada mês. Setembro foi um mês muito crítico", justificou.

FONTE: Política Dinâmica
Portal Mandacaru no Facebook:
Notícias recomendadas
Últimas
Portal Mandacaru | O nº 1 em notícias de São João do Piauí e região

End: Travessa Adail Coelho Maia - Cel: (86) 99525-8210 - Redação: [email protected]

© Copyright 2021 - Portal Mandacaru - Todos os direitos reservados

Site desenvolvido pela Lenium