São João do Piauí, 31 de maio de 2020
(86)995258210
Prefeito de João Costa veta projeto de lei que pagaria melhores salários aos professores
Prefeito de João Costa veta projeto de lei que pagaria melhores salários aos professores
31/10/2014 09h08
O prefeito de João Costa, Gilson Castro de Assis, em abril de 2013, fez um acordo com o Tribunal de Justiça. Na ocasião, o prefeito se comprometia em enviar, no prazo de 90(noventa) dias[do mesmo ano], Projeto de Lei que iria dispor sobre o Plano de Carreira, Cargos, Vencimento e Remuneração dos profissionais de Educação do Município.

Na época , a promessa foi aceita pelo presidente da entidade [Sindicato], Gilson Dias Rodrigues e pelo seu advogado, Marcelo Ribeiro de Lavor, na audiência do dissídio coletivo de greve nº2013.0001.002164-2. A audiência teve como relator o desembargador Erivan Lopes e assinado em assinado em 26/04/2013, no Tribunal de Justiça do Piauí.

Os vereadores da Câmara Municipal do município votaram e aprovaram a emenda ao PL nº 001 de 08 fevereiro de 2011, na sessão do dia 09. Emenda que desde 2013 devia ter sido colocada em pauta para discussão e deliberação dos percentuais sobre os Níveis de Graduação (2%), de Especialização (5%) e Mestrado (7%) dos profissionais da Educação.

Como a matéria votada e aprovada na Câmara Municipal necessitava da sanção ou veto do prefeito, visto que prevê aumento com despesa de pessoal, Gilson Castro resolveu vetar a emenda, que daria aos professores melhores salários.

Justificativa do veto

O prefeito além de julgar o Projeto de Lei inconstitucional, alegou que o Município de João Costa teria suas despesas aumentadas indevidamente bem não haveria uma fonte de receitas que viesse a suprir as despesas que a aprovação do PL nº 001 de 08 fevereiro de 2011 viria a acarretar à administração.

Gilson Castro de Assis também justificou ao não sancionar o PL nº 001 de 08 fevereiro de 2011, que o Município se encontra no limite com 49,67% das despesas de pessoal, visto que a Lei de Responsabilidade Fiscal prevê 51% e que o limite com as despesas do FUNDEB já se encontra além do limite 60%. O município já ultrapassou o limite com 65%,30%.

>>Oficio nº 326/2014

Leia também:Vereadores aprovam reestruturação de salários do magistério de João Costa; 02 da oposição votaram a favor!Município de João Costa tem média abaixo da meta no ideb de 2013 

 

FONTE: Da redação
Portal Mandacaru no Facebook:
Notícias recomendadas
Últimas
Portal Mandacaru | O nº 1 em notícias de São João do Piauí e região

End: Travessa Adail Coelho Maia - Cel:(89)9403-3070 - Redação: [email protected]

© Copyright 2020 - Portal Mandacaru - Todos os direitos reservados

Site desenvolvido pela Lenium