São João do Piauí, 17 de outubro de 2019
E-mail: redacao@portalmandacaru.com.br
(86)995258210
Piauí
MP e Conselhos ligados à Saúde inspecionam a Maternidade Evangelina Rosa
21/12/2018 17h04

O Ministério Público do Piauí em cumprimento às suas funções constitucionais realizou inspeção na maternidade estadual Dona Evangelina Rosa, em Teresina. A vistoria promovida pelo Promotor de Justiça Eny Marcos Vieira Ponte contou com apoio dos Conselhos Regional de Farmácia (CRF) e de Enfermagem (Coren).

 A equipe percorreu as Unidades de Terapia Intensiva I, II, Ucinco, UTI Materna, Enfermarias, Farmácia e Laboratório. Apesar de algumas melhoras, o membro do Ministério Público constatou algumas deficiências, entre elas: a falta de medicamentos e insumos, como sulfactantes, insuficiência de bombas de infusão e álcool em gel, por exemplo; escalas médicas incompletas; demora no recebimento de laudos de exames; atrasos nos pagamentos de plantões extras e dos colaboradores terceirizados.

Todas as deficiências constatadas devem ser apresentadas à Secretaria de Estado da Saúde(Sesapi), da qual o Ministério Público do Piauí cobrará soluções. O promotor de Justiça Eny Marcos Vieira Ponte  estudará as medidas administrativas e ou judiciais que serão tomadas para assegurar a prestação do serviço de saúde de qualidade, com observância da legislação.

Outros problemas encontrados dizem respeito à própria estrutura física da unidade de saúde, como a existência de mofo, infiltrações, rachaduras em paredes e teto de enfermarias e postos de enfermagem.

CRM-PI FAZ VISTORIA NA MDER

Um mês depois de imposta a Interdição Ética na maternidade D. Evangelina Rosa, no último dia 20 de novembro, o Conselho Regional de Medicina do Piauí – CRM-PI  também voltou à maternidade na tarde desta quinta-feira (20) para uma vistoria de avaliação das condições para uma nova avaliação. Diante do caos encontrado nos últimos meses, com falhas em quase todos os setores, a presidente do CRM-PI, Drª Mírian Palha Dias Parente, afirmou que muitas das irregularidades descritas no relatório técnico do Conselho foram sanadas.

O secretário Estadual de Saúde, Florentino Neto, apresentou um relatório ao CRM-PI, o qual consta de um recurso extra esta semana destinado ao pagamento em atrasado de funcionários e de empresas terceirizadas.

Entre os pontos positivos estão o abastecimento da farmácia por um bom período de tempo, tanto que os profissionais de saúde não acusaram ausência de medicamentos, durante a vistoria; as incubadoras, cerca de 10, que estavam quebradas foram todas reparadas. Nas UTIs maternas, alguns leitos que estavam em desuso por falta de equipamentos, como monitores, já estão todos em bom uso. No entanto a estrutura física da maternidade ainda deixa a desejar, uma vez que na UTI neonatal, o piso que estava deteriorado foi coberto com adesivos até que haja uma reforma.

“O grande problema ainda é a estrutura predial. A obra do Centro de Materiais foi paralisada por falta de pagamento da empresa construtora e espera-se que após o recesso a mesma seja retomada, já que a maternidade recebeu um aporte de recursos nesta semana”, disse a Drª Mírian. Novas vistorias serão feitas e caso os gestores não cumprirem as determinações do CRM-PI, uma nova avaliação será feita antes do próximo dia 20 de janeiro, quando o Conselho julgará pela desinterdição ou pela ampliação do prazo de Interdição Ética.

Portal Mandacaru no Facebook:
Notícias recomendadas
Últimas notícias
Mais lidas do mês
Portal Mandacaru | O nº 1 em notícias de São João do Piauí e região

End: Travessa Adail Coelho Maia - Cel:(89)9403-3070 - Redação: redacao@portalmandacaru.com.br

© Copyright 2019 - Portal Mandacaru - Todos os direitos reservados

Site desenvolvido pela Lenium