São João do Piauí, 23 de outubro de 2019
E-mail: redacao@portalmandacaru.com.br
(86)995258210
Colunistas
JOE
 JOE
Joe é formado em Letras Inglês pela UESPI e Bacharel em Administração Pública pela UFPI. Escreve sobre Política e gestões públicas, com frequência.
A fúria de Gilson Castro se assemelha a de um ditador
26/09/2019 21h07

A fúria de Gilson Castro, ao sumir o comando da prefeitura de um município como João Costa, com uma realidade política adversa, não condisse com o propósito que ele sinalizara, lá em 2012. O “novo” prefeito se envolveu em episódios que se assemelharam a uma verdadeira caça às bruxas ou de um ditador a integrantes da gestão antecessora, de Vitorino e de Alaíde Neta.

Ainda que tivesse o aval ou incitação de meia dúzia de sectários de sua gestão, o prefeito mostrava que o seu poder estaria a serviço dos atos de perseguição a servidores que não comungavam (ou não comungam, a ainda hoje) com seu alinhamento político ou que discordam de sua gestão.

As recentes decisões, de primeira e de segundas instâncias da Justiça Comum, revelam que o prefeito agia com requintes e perseguição, ora exonerando (servidora Marlene), ora reduzindo salários (enfermeira Valéria Alves) e ora removendo servidores efetivos do município(vereador Isaías, Rainer Oliveira Einstein), numa verdadeira demonstrando com clareza e evidência de que ele se vingaria de quem não se alinhasse aos seus propósitos.

Uma das provas mais do que incontestes de sua fúria se deu recentemente, quando o Tribunal de Contas do Piauí reprovou a realização de um teste seletivo no município, e ele, acuado pela determinação da Corte de Contas, teve que enviar um projeto de lei, às pressas para que a Câmara apenas dissesse sim aos seus propósitos. Como o parlamento não se ajoelhou ao que ele pretendia, acabou se utilizando de redes sociais para repudiar a atuação parlamentar dos opositores à sua gestão.

A fúria de Gilson Castro, materializada em atos administrativos supostamente legais, serviu para mostrar que ele se achava superior à Justiça, ou que todos, do servidor ao vereador, deveriam lhe prestar continência, em um comportamento de submissão.

Portal Mandacaru no Facebook:
Notícias recomendadas
Últimas da coluna
Portal Mandacaru | O nº 1 em notícias de São João do Piauí e região

End: Travessa Adail Coelho Maia - Cel:(89)9403-3070 - Redação: redacao@portalmandacaru.com.br

© Copyright 2019 - Portal Mandacaru - Todos os direitos reservados

Site desenvolvido pela Lenium