São João do Piauí, 07 de agosto de 2020
(86)995258210
JOE
 JOE
Joe é formado em Letras Inglês pela UESPI e Bacharel em Adm Pública pela UFPI. Escreve sobre Política e gestões públicas.Cel: (86) 99525-8210
Gil Carlos achou que sairia ileso da cobrança feita pela Promotoria
08/02/2020 08h08

ele tomasse providências quanto ao trânsito do município. Não foi só uma; foram três tentativas do órgão ministerial em ver funcionando o que ele, prefeito, chegou a instituir: a famigerada SUTRAN.

A SUTRAN foi criada quando Gil fez uma das mais profundas reformas administrativas na gestão pública da qual ele é o chefe maior, lá em 2014. O órgão, no entanto, ficou sem utilidade qualquer, até que em 2015, o prefeito contemplou vagas em concurso publico, e, posteriormente, nomeou guardas para desempenharem as funções no órgão.

O não cumprimento de Gil Carlos quanto ao que observou o promotor de Justiça Jorge Pessoa em relação ao trânsito local revela o desprezo do chefe do executivo pelos assuntos de maior repercussão na vida do cidadão são-joanense, além de uma desobediência sem tamanho aos órgãos constituídos.

O silêncio do prefeito Gil às determinações do Ministério Público não poderia ter outra conotação senão a de uma ação contra ele Gil na justiça. Isso porque, segundo o que revelou a 2ª Promotoria, além do não cumprimento das determinações a ele impostas, há contra também atos de improbidade administrativa em razão de desvio de função de agentes do trânsito.

Gil Carlos achou que sairia ileso da cobrança feita pela Promotoria de Justiça, pelo simples fato de silenciar-se, mas o tiro saiu pela culatra.

Portal Mandacaru no Facebook:
Notícias recomendadas
Últimas da coluna
Portal Mandacaru | O nº 1 em notícias de São João do Piauí e região

End: Travessa Adail Coelho Maia - Cel:(89)9403-3070 - Redação: [email protected]

© Copyright 2020 - Portal Mandacaru - Todos os direitos reservados

Site desenvolvido pela Lenium