São João do Piauí, 20 de setembro de 2020
(86)995258210
Opinião
Joe
Por: Joe
Contra o vírus e o retroviral, a que ponto chegou o Brasil
17/05/2020 16h08

O momento por que passa o país, não é fácil. Se por um lado assiste ao crescente número de infectados pelo coronavírus, que precisam de um retroviral  ou de uma vacina, por outro há quem seja contra o medicamento disponível para o combate do surto pandêmico, neste primeiro momento.

A descoberta de que a hidroxicloroquina tem um grau de eficácia no combate ao coronavírus, e o anúncio feito pelo presidente Jair Bolsonaro levaram o medicamento, que era de uso restrito por quem tem artrite reumatoide, lúpus, afecções reumáticas e dermatológicas, a ser mais conhecido por infectados ou não. Mas não foi somente isso: o medicamento seria o divisor de opiniões.

O uso da hidroxicloroquina dividiu não só opiniões; foi fator de politização e de polarização político-partidária, desde que o presidente defendeu o seu uso, em redes sociais.

Uma parcela de divergentes das medidas defendidas pelo presidente passou a condenar o uso da cloroquina (e seus compostos), como é o caso de líderes políticos da esquerda, e, na sua grande maioria, por quem discorda do governo Bolsonaro, no atacado e no varejo.

A crise sanitária no país é tão aguda, sem controle e confusa, que há correntes ideológicas que lutam contra o vírus e outra contra o retroviral, só porque foi  anunciado pelo presidente. A que ponto chegou o Brasil.

Portal Mandacaru no Facebook:
Notícias recomendadas
Últimas notícias
Mais lidas do mês
Portal Mandacaru | O nº 1 em notícias de São João do Piauí e região

End: Travessa Adail Coelho Maia - Cel:(89)9403-3070 - Redação: [email protected]

© Copyright 2020 - Portal Mandacaru - Todos os direitos reservados

Site desenvolvido pela Lenium