São João do Piauí, 30 de novembro de 2020
(86)995258210
Weslley Moreira
Por: Weslley Moreira
MP investiga gestão de Gil Carlos por débito com a Equatorial no valor de R$ 345 mil
MP investiga gestão de Gil Carlos por débito com a Equatorial no valor de R$ 345 mil
30/10/2020 22h32

A 2ª Promotoria de Justiça recebeu uma representação da Equatorial Piauí Distribuidora de Energia S.A informando a inadimplência no pagamento de faturas de energia dos prédios públicos municipais, na gestão do prefeito Gil Carlos Modesto Alves.

A Equatorial alega que até o mês de setembro de 2020, o município estava em aberto, a título de despesas correntes, o valor de R$ 345.400,42  em débitos de consumo de energia elétrica, incluindo juros e multas.

De acordo com a Equatorial, o município deve à empresa e, quando paga alguma fatura paga em atraso, após o vencimento, gera danos à municipalidade, uma vez que decorre um prejuízo ao erário, sendo que até o momento, de R$ 249.512,53 são apenas de a título de multa, juros e correção monetária, dos quais R$ 71.655,51 já foram pagos pelo município e R$ 177.857,02, ainda estão em aberto sendo corrigido dia a dia.

Para investigar com profundidade o caso do débito da gestão do prefeito Gil Carlos, a 2ª Promotoria de Justiça instaurou inquérito civil para investigar e apurar a conduta do prefeito Gil Carlos Modesto Alves, sobre a inadimplência perante a empresa fornecedora de energia elétrica Equatorial Piauí, ocasionando alto valor em juros e multas ao Município de São João do Piauí.

Para o Ministério Público, a prática mencionada revela nítida má administração que ocasiona severos prejuízos ao erário em razão do pagamento de juros e multas.

Portal Mandacaru no Facebook:
Notícias recomendadas
Últimas
Portal Mandacaru | O nº 1 em notícias de São João do Piauí e região

End: Travessa Adail Coelho Maia - Cel:(89)9403-3070 - Redação: [email protected]

© Copyright 2020 - Portal Mandacaru - Todos os direitos reservados

Site desenvolvido pela Lenium